There are no ads, please add some

Vasco Cordeiro quer modelo de transportes marítimos mais eficiente para potenciar a economia dos Açores

O Presidente do PS/Açores realçou, este sábado, que o PS pretende lançar na próxima legislatura uma “grande reforma nos transportes marítimos, de forma a poder construir um modelo que seja mais fácil, mais eficiente e que possa potenciar ainda mais a nossa economia”.

Vasco Cordeiro falava perante uma sala cheia de apoiantes, em Velas, São Jorge.

O líder dos socialistas Açorianos explicou que um dos aspetos fundamentais desta reforma será o de “permitir o transporte de carga rodada todo o ano, entre as ilhas da nossa Região”, chamando também os “privados que já estão nessa área a participarem”.

“Esta alteração permitirá, por exemplo, a um empresário, a uma cooperativa ou uma indústria que, com o seu próprio meio de transporte possa entrar no navio, vender ou distribuir em qualquer outra ilha e regressar novamente à origem. Isso permitirá ter como mercado todas as ilhas do arquipélago, em vez de ter apenas um mercado mais restrito, potenciar a criação de emprego e de riqueza, em todas as ilhas. Pretendemos beneficiar a coesão regional, a economia e a criação de emprego”, especificou o socialista.

Vasco Cordeiro lembrou que uma das grandes reformas desta legislatura que agora cessa foi a dos transportes aéreos, uma reforma que foi “proposta, negociada e concluída por um Governo Regional do PS”, com “resultados que estão bem à vista”, com o crescimento do turismo ou uma “redução no preço do bilhete dos residentes nas ligações com o exterior da Região em 55% e, no caso dos estudantes, de 61%”, mas também com uma “diminuição de cerca de 20% nas passagens interilhas”.

Recordando que os últimos quatro anos foram “particularmente exigentes e difíceis para as famílias e para as empresas dos Açores”, Vasco Cordeiro manifestou o seu desejo de que “todos os Açorianos, de todas as cores partidárias, socialistas e não socialistas, aproveitem esta campanha eleitoral para analisar as propostas que estão em cima da mesa, para o futuro da nossa terra”.

“Estão todos convidados e são muito bem vindos a este amplo movimento de progresso e de desenvolvimento, que é liderado pelo PS”, bisou.

O Presidente do PS/Açores elencou o trabalho desenvolvido pelo executivo regional em são Jorge para “cerrar fileiras” em defesa do setor cooperativo e da Fábrica de Santa Catarina, bem como os investimentos na escola das Velas, na escola da Calheta, no Porto de Velas, nas obras nos dois centros de saúde ou nas obras no porto do Topo”, garantindo que “assim continuará a ser, no futuro, com um governo do PS”.

Vasco Cordeiro reiterou o alerta para ideia errada de que “o PS já terá ganho estas eleições”, acautelando para o “perigo de se pensar assim” e lembrando que “só contam os votos que efetivamente entrarem na urna a 16 de outubro”.

“Se cada um dos Açorianos que pensa em ir votar no PS achar que não deve ir votar ou que deve votar noutro partido, então a maior certeza que podemos ter é que o PS perderá estas eleições”, realçou Vasco Cordeiro, apelando a todos para que se mobilizem e votem no PS/Açores, no próximo dia 16 de outubro.

Texto/Foto: GI-PS/A | Rádio Faial

About The Author

Related posts