There are no ads, please add some

Vasco Cordeiro afirma que Casas dos Açores são amigos espalhados pelo mundo

O Presidente do Governo Regional afirmou, em Turlock, na Califórnia, que as Casas dos Açores são amigos que a Região tem espalhados pelo mundo, que contribuem para manter viva a Açorianidade na Diáspora e reforçar a ligação à terra de origem.

“É fundamental que se refira que estamos aqui reunidos porque temos uma história de emigração, mas sobretudo porque temos a vontade de manter e reforçar esta ligação aos Açores”, afirmou Vasco Cordeiro, que falava no jantar de abertura da XVII Assembleia Geral do Conselho Mundial das Casas dos Açores.

O encontro, que reuniu cerca de seis centenas de pessoas, contou com a presença de representantes dos partidos com assento na Assembleia Legislativa dos Açores, o que, segundo Vasco Cordeiro, demonstra que a valorização da ligação com as comunidades da Diáspora não se limita ao Governo ou a um partido, mas abrange todos os que têm a responsabilidade de garantir que essa relação “se mantenha, se reforce e possa continuar a dar frutos no futuro”.

Na sua intervenção, o Presidente do Governo salientou estar rodeado de “gente amiga, que sabe que esta ligação aos Açores é algo de muito forte”, referindo, entre outros, o congressista norte-americano de ascendência açoriana Jim Costa, “que está presente sempre que os Açores necessitam de ajuda”, e o embaixador de Portugal em Washington, Nuno Brito, que “apostou na relação com a comunidade açoriana, percebendo que o fortalecimento dessa relação não diminui a presença de Portugal nos EUA, bem pelo contrário, engrandece-a e reforça-a”.

Vasco Cordeiro reafirmou, no entanto, que o desafio atual é “saber como manter a relação entre os Açores e as suas comunidades emigradas sem a saudade”, já que essas comunidades são constituídas cada vez mais por pessoas que não conhecem a Região.

“Este é um desafio de primeira ordem porque dele depende a nossa capacidade de manter no futuro esta ligação entre os Açores e as suas comunidades”, frisou o Presidente do Governo.

Neste “novo patamar de relacionamento”, segundo Vasco Cordeiro, os Açores “apresentam-se às suas comunidades como uma região moderna, dotada de boas infraestruturas, que é uma das portas de entrada na Europa e que tem muitas oportunidades que podem e devem ser aproveitadas por todos os que sentem essa relação com os Açores”.

http://www.azores.gov.pt/GaCS/Noticias/2014/Agosto/Vasco+Cordeiro+afirma+que+Casas+dos+A%C3%A7ores+s%C3%A3o+amigos+espalhados+pelo+mundo.htm

About The Author

Related posts

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.