There are no ads, please add some

“Temos muitos médicos especialistas em formação para suprir as necessidades dos Faialenses”, frisou Lúcio Rodrigues

“Temos muitos médicos em formação internos do Hospital da Horta nas áreas de urologia, pneumologia, neurologia, oncologia, fisiatria, dermatologia, para suprir as necessidades dos Faialenses; estes especialistas terminarão os seus cursos a partir de 2015”, realçou Lúcio Rodrigues.

O deputado socialista Faialense falava esta quarta-feira, na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

Lúcio Rodrigues lembrou a estratégia de fixação de médicos na Região, através da criação e da implementação de incentivos, que irá naturalmente produzir resultados.

Por outro lado, a “aposta em infraestruturas de apoio à saúde foi feita para servir os nossos utentes e para dar melhores condições aos nossos profissionais de saúde, que são quem dá vida ao nosso Serviço Regional de Saúde: os médicos, os enfermeiros, os técnicos de saúde e os nossos auxiliares”, destacou Lúcio Rodrigues.

O deputado socialista considerou que esta administração do Hospital da Horta tem feito um “trabalho de rentabilização de recursos, de otimização dos cuidados de saúde”, implementando mesmo “inovações, como é o caso da telemedicina”.

Lúcio Rodrigues explicou que uma das “estratégias encontradas pelo Hospital da Horta para reduzir as listas de espera, foi a celebração de convenções com a resolução de parcerias, como a que foi feita para recentemente com o Centro de Saúde da ilha do Pico”.

“A administração do Hospital da Horta tem arranjado todas as soluções possíveis para não pôr em causa o serviço prestados aos nossos doentes e as soluções encontradas têm resolvido os problemas, como a oposição bem sabe”, apontou o deputado socialista.

“Os deputados socialistas Faialenses e o Grupo Parlamentar do PS reúnem muitas vezes com a administração do Hospital da Horta e com os seus médicos especialistas; vir a plenário referenciar papéis, números, sem estar no terreno, sem ir reunir, sem perceber quais são as necessidades, é uma postura que não dignifica um partido como o PSD”, lamentou Lúcio Rodrigues.

Texto | Foto: GI-PS/A | Rádio Faial

About The Author

Related posts