There are no ads, please add some

“Salvar a SATA e garantir a mobilidade de todos os açorianos é prioridade do PSD/Faial”

No comunicado do PSD/Faial, enviado à nossa redação, na sequência das recentes notícias relacionadas com a SATA, a Comissão Política da Ilha do Faial entende “que salvar a SATA e garantir a mobilidade de todos os açorianos é a prioridade”.

Segundo o comunicado, o PSD/Faial afirma que, “a SATA está em situação de pré-falência porque o Governo Regional do Partido Socialista está a destruir a empresa pública regional.

O Grupo SATA passou de uma situação de 30 milhões de euros de capitais próprios positivos em 2007, para 133 milhões de euros negativos em 2017, a que acresce a degradação inequívoca da qualidade do serviço e a destruição do nome e da marca “SATA”.

Perante o percurso catastrófico da companhia aérea na última década, os únicos responsáveis pela destruição da SATA são o Governo Regional do Partido Socialista e o seu Presidente, Vasco Cordeiro, que em 2008 assumiu a tutela da empresa como Secretário Regional da Economia e a partir de 2012 passou a ser o responsável máximo do Governo.

A situação da SATA é tão grave, que pode estar em causa o pagamento dos salários aos trabalhadores da empresa.

Entendemos, por isso, que todas as propostas – incluindo a da Câmara de Comércio e Indústria de Ponta Delgada – devem ser analisadas com rigor para se conseguir salvar a SATA e a mobilidade inter-ilhas e para o exterior da Região dos açorianos de todas as ilhas, sem que isso coloque em causa as Obrigações de Serviço Público (OSP) e as ligações diretas Horta-Lisboa.

A continuar pelo caminho de destruição da SATA conduzido pelo Governo e pelo Partido Socialista, a companhia aérea regional corre o risco de “fechar as portas” e, aí sim, ficarão em causa as ligações do Faial com as outras ilhas e com o Continente português.

Desde que o Governo anunciou, há mais de um ano, a intenção de privatizar 49% da SATA Internacional, muito mudou no Grupo SATA. E para pior. Em apenas um ano a SATA Air Açores e a SATA Internacional acumularam prejuízos de dezenas de milhões de euros.

Num ano, o processo de privatização da SATA Internacional falhou por culpa do Governo, que até mentiu sobre o assunto, ao dizer que havia uma proposta vinculativa de compra.

Importa ainda lembrar que foi o Governo Regional socialista quem diminuiu as ligações Horta-Lisboa de 2015 a 2018, bem como o número de voos em julho e agosto para o Faial”.

Para a Comissão Política da Ilha do Faial, “o Partido Socialista do Faial é que deve pronunciar-se sobre a destruição da SATA e responder às seguintes questões:

 – O PS/Faial concorda que o Governo e a Administração da SATA tenham diminuído as ligações diretas Horta-Lisboa de 2015 a 2018?

 – O PS/Faial apoia a diminuição do número de voos em julho e agosto para a ilha do Faial, decidida pelo Governo e pela Administração da SATA, diminuição essa que o Governo já afirmou que vai manter em 2019?

 – O PS/Faial concorda com as crescentes dificuldades nas acessibilidades desde que Vasco Cordeiro assumiu a presidência do Governo Regional dos Açores?”

PSD/Faial | Foto: Direitos Reservados

About The Author

Related posts