There are no ads, please add some

“Reestruturação vai trazer rendimentos mais justos para os pescadores e proteger o nosso Mar”, defende José Ávila

“O plano de ação aqui apresentado para a reestruturação do setor das pescas, representa mais um contributo para aquilo que mais nos interessa: melhorar os rendimentos dos pescadores e garantir a sustentabilidade dos recursos”, afirmou José Ávila. “É mais um instrumento, entre outros já lançados e executados ou em execução, que procura dar respostas a um setor que atravessou uma fase menos boa, com reduções nos rendimentos e recursos, sentidas, sobretudo, em 2016”, acrescentou.

O deputado do Grupo Parlamentar do PS Açores falava em Plenário, depois de o Governo dos Açores ter apresentado a todos os partidos, o Plano de reestruturação para o setor das pescas, uma reforma já prevista no programa eleitoral do Partido Socialista.

José Ávila defendeu que a solução para as pescas não passou, como em tempos insistiu o PSD/Açores “por uma paragem de toda a fileira e atirar dinheiro para o problema”, mas sim por uma estratégia sólida que tem vindo a ser implementada: “O trabalho desenvolvido até aqui pelo Governo e pelas associações representativas da classe, já tem dado resultados”. A título de exemplo, o deputado socialista referiu alguns aumentos registados no ano passado: “Relativamente a 2012, os homens do mar açorianos apesar de capturarem menos 133 toneladas de goraz, faturaram mais 2 milhões de euros, muito devido à implementação dos tamanhos mínimos e de uma gestão da quota que se revelou mais eficaz”.

Para José Ávila, a reforma que vai ser implementada, é a melhor resposta para o setor: “Enquanto o Partido Socialista pretende reajustar a frota aos recursos existentes, retirando pescadores dos portos em que o seu número está para além do necessário, o PSD quer, ou aliás queria, modernizar a frota e dotá-la de equipamento moderno, repare-se, que iria aumentar ainda mais o esforço sobre os recursos”.

GPPS/Rádio Faial | Foto: GPPS

About The Author

Related posts