There are no ads, please add some

Rede digital de comunicações da Proteção Civil reconhecida como caso de estudo internacional

O Secretário Regional da Saúde manifestou hoje satisfação pelo facto de a empresa norte-americana Motorola Solutions destacar no seu portal a rede digital de comunicações do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) como um exemplo mundial de sucesso e um caso de estudo.

“É motivo de regozijo o facto de uma entidade externa reconhecer, a nível mundial, este projeto piloto implementado nos Açores”, afirmou Rui Luís, à margem de uma visita à sala de Atendimento e Gestão de Emergência do SRPCBA, em Angra do Heroísmo.

O sistema, designado por MOTOTRBO, foi implementado em setembro de 2016, em parceria com a Globaleda, tendo o SRPCBA excedido o objetivo proposto de cobertura de 95% do território e 98% da população.

Trata-se de uma rede que permite maior eficácia e fiabilidade das comunicações, em caso de catástrofe, em cada uma das ilhas e também interilhas, ao longo de 650 quilómetros.

Esta rede assegura comunicações contínuas, mesmo em situações de emergência, como terramotos e condições de mau tempo, em que as redes telefónicas móveis e fixas normais falham.

Rui Luís sublinhou as vantagens desta rede em termos operacionais, salientando que “está preparada para a eventualidade de acontecer alguma catástrofe”.

“Tem redundâncias que permitem ter a certeza que tudo irá funcionar porque está associada a um sistema GPS que aciona todos os meios disponíveis do SRPCBA”, frisou.

Os utilizadores, incluindo bombeiros, condutores de ambulâncias e outros profissionais de saúde, estão equipados com 90 estações base e 700 rádios móveis e portáteis.

O Secretário Regional anunciou que será realizado este ano um exercício de dimensão regional que envolverá, para além do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, os serviços municipalizados e as Forças Armadas.

A Motorola Solutions atende mais de 100 mil clientes comerciais e órgãos governamentais de segurança pública em mais de 100 países.

Texto/Foto: GaCS/MS | RP

About The Author

Related posts