There are no ads, please add some

Quinze condenados por tráfico de droga na Horta

O Tribunal da Comarca da Horta condenou 15 arguidos a penas de prisão entre um e 12 anos, por crimes de tráfico de estupefacientes nas ilhas do Faial e do Pico.

O julgamento do caso, que começou há mais de dois meses, culminou com a condenação de 15 dos 19 arguidos iniciais, sendo que sete dos condenados ficaram com pena de prisão suspensa.

A pena mais pesada, de 12 anos, foi imposta a Carlos Ribeiro e João Raposo foi condenado a 9 anos. Estas foram aliás as penas mais pesadas pelo facto de ambos serem acusados de tráfico agravado e serem reincidentes neste tipo de crime.

Os envolvidos neste processo tinham idades compreendidas entre os 23 e os 54 anos, tendo sido detidos numa operação policial que contou com 50 agentes da PSP. Nas mais de 30 buscas domiciliárias da operação foram apreendidas 17 mil doses de estupefacientes, entre os quais cocaína, heroína, haxixe e liamba.

Posteriormente à operação as autoridades policiais afirmaram ter desmantelado uma rede organizada que atuava a partir do concelho da Amadora, em Lisboa, com destino ao arquipélago dos Açores.

O juiz Miguel França no final da leitura do acórdão admitiu que as penas eram “muito pesadas”, justificadas no entanto por uma atividade por parte dos arguidos, que considerou “grave”, e pelo facto de alguns terem omitido factos durante o julgamento e terem negado o envolvimento no caso.

Texto/Foto: Tribuna das Ilhas | Rádio Faial

About The Author

Related posts