There are no ads, please add some

PSD/Açores quer substituição da administração do Hospital da Horta

O grupo parlamentar do PSD/Açores denunciou hoje o “estado calamitoso” em que se encontram os cuidados de saúde no Hospital da Horta e exigiu ao governo regional que substitua o conselho de administração daquela unidade hospitalar.

“Exige-se uma intervenção imediata e urgente do governo regional que procure garantir os cuidados de saúde devidos e seguros aos utentes do Hospital da Horta e isso passa, no nosso entendimento, pela substituição do seu conselho de administração”, afirmou o deputado social-democrata Luís Garcia, em conferência de imprensa.

 

O parlamentar do PSD/Açores salientou que “o que se está a passar no Hospital da Horta não é normal, é muito grave e pode colocar em causa a prestação dos cuidados de saúde”.

 

“Não é normal o sentimento de abandono e de insegurança que tantos doentes manifestam. Não é normal tantos cancelamentos e adiamentos de consultas e exames em especialidades tão sensíveis como a oncologia e hematologia. Não é normal que doentes e tratamentos oncológicos não sejam acompanhados por médicos da respetiva especialidade”, disse.

 

Luís Garcia considerou igualmente incompreensível que, “num curto espaço de tempo, vários médicos de especialidades muito sensíveis tenham abandonado de forma abrupta este hospital e outros manifestem essa vontade”.

 

“Também não é normal haver tantos atrasos e problemas nos processos de deslocação de doentes no Hospital da Horta. Não é normal o clima de medo e de insatisfação que se vive neste hospital tanto da parte dos doentes, como de muitos dos seus profissionais”, frisou.

 

Para o deputado social-democrata, muitos destes casos acontecem não só “porque o planeamento da substituição de muitos especialistas não foi feito de forma atempada e eficaz”, mas também porque “a atuação do conselho de administração não contribui para o seu normal funcionamento”.

 

“A intromissão do conselho de administração nas decisões e na atuação de médicos é perturbadora, motivo de desmobilização destes profissionais e complica a vida dos utentes. A sua atuação não favorece nem procura o envolvimento de todas as classes profissionais na vida do hospital”, considerou.

 

Recorde-se que a Ordem dos Médicos já alertou para os problemas do Hospital da Horta, ao afirmar que “aquilo que não pode verdadeiramente acontecer é que os doentes fiquem realmente sem assistência nessas especialidades ou que essa assistência seja assumida por especialidades que não têm competência para tal”.

 

“Já sabemos que o conselho de administração é lesto a negar todos estes problemas e todas as denúncias mesmo quando são feitas pelos doentes”, disse Luís Garcia.

 

O parlamentar do PSD/Açores acrescentou, por isso, que “o governo regional não pode continuar a assobiar para o lado e a fingir que não é nada consigo”.

 

“Temos de perceber de que lado está o governo regional: se do lado do conselho de administração que tem conduzido o Hospital da Horta, em muitos setores, ao estado calamitoso atual, ou se do lado dos doentes e das suas reais e efetivas necessidades e sofrimentos”, afirmou.

 

Texto/Foto: PSD/Açores

 

About The Author

Related posts