There are no ads, please add some

“PSD muda de caras mas mantém a narrativa” afirma Luis Botelho

Na sequência de comunicado da Comissão Política do PSD da ilha do Faial de 7 de fevereiro, Luis Botelho, do PS/Faial, afira que são proferidas acusações e cito: “que nos parecem, no mínimo, desajustadas e desenquadradas…”

Comunicado do PS/Faial

“1) Está em avançado estado de implementação duas das quatro questões da “carta reivindicativa” entregue ao Presidente do Governo Regional pelo “Movimento Aeroporto da Horta”, no passado dia 7 de setembro, designadamente a “Implementação no Aeroporto da Horta do RISE” e a existência de “Tripulações habilitadas para operar simultaneamente nos aeroportos da Horta e do Pico e para a operação noturna “. A concretização destes objetivos não só é positiva, como merece, no nosso entender, adequada valorização, na medida em que, traduz um esforço efetivo na melhoria da operacionalidade e serviço prestado pela Azores Airlines na ilha do Faial, bem como a intenção de ir ao encontro das expectativas dos Faialenses em termos de acessibilidades aéreas. Um objetivo, por ser alcançado, não deixa de ser relevante e não deve ser desvalorizado!

2) Relativamente ao número de ligações diretas semanais entre Lisboa e a Horta, verificamos que, não tendo sido assumido pela Azores Airlines o número de ligações reclamado pelo referido movimento, pelo PS e por todos quantos se manifestaram, o PSD parece esquecer que o Presidente do Governo Regional dos Açores, em recente reunião com o Presidente da Câmara Municipal da Horta, afirmou a intensão de diligenciar no sentido de se proceder à revisão das obrigações de serviço público, no sentido de tornar a rota mais atrativa e, desta forma, promover a participação de outras empresas de transporte aéreo, incrementando por esta via o número de ligações. Este é um compromisso público, concreto e que, quando implementado, estamos certos, irá também originar os resultados esperados. No entanto, também muito provavelmente e lamentavelmente, será objeto de desvalorização por quem apenas pratica política de “bota abaixo”.

3) Já no que respeita à, por todos almejada, ampliação da pista do aeroporto da Horta, o Partido Socialista, pela mão do Presidente do Governo Regional, reintroduziu a questão na agenda política nacional, por contato direto com o Sr. Primeiro-ministro. Importa não esquecer que a questão havia sido liminarmente “enterrada” pelo anterior Governo da República, liderado pelo CDS-PP e pelo PSD. Não esquecemos as declarações do anterior Primeiro-Ministro na cidade da Horta, quando interpelado a propósito pelo Presidente deste Município, nem tão pouco a aceitação passiva das estruturas locais e regionais do PSD.

4) O Partido Socialista, contrariamente ao referido e praticado pelo PSD, procura antes de mais, soluções para o futuro e a concretização dos compromissos. O Partido Socialista trabalha pelo futuro, mas não esquece o passado, não esquecendo também a não integração, pelo governo de Passos Coelho, desta reivindicação do Governo Regional e do Parlamento dos Açores no caderno de encargos do processo de concessão da ANA. Foram opções políticas do PSD, com a conivência do PSD Açores e do Faial, que, agora e convenientemente, tenta esquecê-las.

6) Lamentamos efetivamente que a narrativa do PSD Faial se mantenha, evidenciando que por se mudar as caras da liderança, não se muda a forma de fazer política, recorrendo a estratégias de desinformação, apoiada em falsas-verdades e no fácil maldizer.”

Texto: Secretariado de Ilha do PS/Faial | Foto: Direitos Reservados |c RP

 

About The Author

Related posts