There are no ads, please add some

PSD/Açores quer explicações do Governo sobre medicina privada no Hospital da Horta

Os deputados do PSD/Açores eleitos pelo Faial exigiram hoje explicações ao Governo Regional sobre a alegada disponibilização de meios do Hospital da Horta a uma empresa privada, para a realização de consultas de medicina do trabalho.
Em requerimento enviado à Assembleia Legislativa dos Açores, Carlos Ferreira e Luís Garcia explicam que em causa estão as denúncias da alegada existência de uma empresa privada do continente – Medempresa – a praticar medicina do trabalho nas instalações do Hospital da Horta, “não para os funcionários do hospital (que não têm acesso à mesma), mas para clientes privados daquela empresa”.
O pedido de explicações dos parlamentares social-democratas surge após uma notícia da Antena 1/Açores, que revelou que foram feitas duas queixas à Inspeção Regional de Saúde sobre o assunto.
Os deputados do PSD/Açores pretendem que o Governo explique as “evidentes contradições” do Secretário Regional da Saúde e do presidente do conselho de administração do Hospital da Horta acerca deste caso.
“No passado dia 31 de janeiro, questionado sobre a existência de queixas relativas à eventual prática de medicina privada no Hospital da Horta, o Secretário Regional da Saúde disse não ter conhecimento de nada. Mas ficou-se agora a saber que há duas queixas, datando a primeira de outubro de 2017”, sublinharam.
Carlos Ferreira e Luís Garcia querem igualmente ver esclarecidas as afirmações do presidente do conselho de administração do Hospital da Horta, que, em declarações à Antena 1/Açores, negou as suspeitas e admitiu apenas que a unidade hospitalar tem um “protocolo” com a Medempresa para a “prestação de serviços na área dos exames complementares de diagnóstico e de algumas consultas de Medicina Interna”.
“Estas afirmações do presidente do conselho de administração do Hospital da Horta são muito estranhas, dado que os serviços publicitados pela própria Medempresa são na área da medicina do trabalho”, frisaram.
No requerimento entregue no parlamento, os deputados do PSD/Açores exigem “explicações claras” do Governo Regional sobre este caso, devendo o executivo “pronunciar-se sobre a legalidade da prática de atividade privada em instalações do Serviço Regional de Saúde”.

PSD/Rádio Faial | Foto: Direitos Reservados

About The Author

Related posts