There are no ads, please add some

PSD/Açores “extremamente preocupado” com acessibilidades aéreas de e para o Faial

O vice-presidente do PSD/Açores Carlos Ferreira manifestou-se hoje “extremamente preocupado” com as acessibilidades aéreas de e para a ilha do Faial para o próximo verão IATA (entre março e outubro) e pediu uma intervenção do executivo regional sobre a matéria.

“Se em 2018 o Faial esteve 26 dias seguidos sem ser possível marcar uma viagem para Lisboa, em 2019 o caos será ainda pior, com o aumento da procura turística e a manutenção dos voos”, sublinhou hoje à agência Lusa o vice-presidente do PSD.

O Faial “vai continuar a ver-se estrangulado em termos de transportes aéreos”, teme Carlos Ferreira, que falava no segundo de dois dias de visita de trabalho do Governo dos Açores, socialista, à ilha do grupo central.

“Para nós é sempre de salutar haver uma visita de trabalho, isso registamos de forma construtiva. Registamos também a título positivo a inauguração do matadouro da Horta e a requalificação da creche ‘O Castelinho’, mas, no cômputo global, saímos muito dececionados e extremamente preocupados, nomeadamente ao nível das acessibilidades aéreas”, vincou ainda o parlamentar social-democrata.

Na reunião de Conselho de Ilha tida na terça-feira noite dentro, a questão das viagens da SATA de e para o Faial foi um dos temas mais abordados, tendo também sido falada, por exemplo, a ampliação do aeroporto da Horta, matéria que mereceu este ano referência no Orçamento do Estado desenhado pelo Governo da República, liderado por António Costa.

O presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, sustenta que “deve ser monitorizada” e acompanhada a quantidade de viagens necessárias, de acordo com a disponibilidade da SATA, e “no sentido de se conseguir um bom ponto de equilíbrio” nas viagens de e para o Faial.

“Após a TAP ter abandonado a rota do Faial, apenas a SATA assegura essas ligações”, lembrou o chefe do executivo açoriano.

O Governo Regional dos Açores termina hoje uma visita de trabalho de dois dias à ilha do Faial, onde apresentou projetos e investimentos em áreas como agricultura, pescas ou transportes.

À visita de todo o executivo açoriano ao Faial, segue-se uma visita à Terceira, agendada para segunda-feira e terça-feira, e uma visita a São Miguel nos dias 14, 15 e 16 de novembro.

As restantes ilhas do arquipélago já receberam este ano visitas estatutárias de todo o Governo dos Açores.

Paralelamente às iniciativas do chefe do executivo regional, os membros do Governo dos Açores dedicaram os dois dias de trabalho a reuniões com diversas entidades representativas dos mais variados setores e a visitas a empreendimentos e investimentos nas respetivas áreas, entre outras iniciativas.

Lusa/Rádio Faial | Foto: Direitos Reservados

About The Author

Related posts