There are no ads, please add some

PSD/Açores critica atraso de terminal de passageiros em São Roque do Pico

O líder do PSD/Açores, Duarte Freitas, defendeu hoje que o novo terminal de passageiros de São Roque do Pico deve avançar “de uma vez por todas”, no local anunciado há seis anos.

“Não vale a pena enganar as pessoas com discursos de deslocalização. Isso não faz qualquer sentido. Aqui mesmo ao longo de muitos anos o Santo Amaro, o Terra Alta, o Espírito Santo [antigos navios de passageiros] faziam as ligações às Velas e ao resto dos Açores”, adiantou.

O líder regional social-democrata falava, em declarações aos jornalistas, à margem de uma visita ao Porto Comercial de São Roque do Pico, na ilha do Pico, onde lembrou que em abril de 2012 o atual presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro, na altura secretário regional da Economia, apresentou o projeto de construção de um terminal de passageiros para o local, mas a obra ainda não avançou.

“Seis anos após – e é bom que se conte a história – continuamos na estaca zero. O Governo Regional vem ao Pico na próxima semana, portanto é uma altura de, de uma vez por todas, se acabar com esta indefinição”, salientou Duarte Freitas, referindo-se à visita estatutária à ilha do Pico que o executivo açoriano realiza na próxima semana.

Em janeiro, a secretária regional dos Transportes e Obras Públicas, Ana Cunha, disse que a construção do novo terminal de passageiros de São Roque do Pico ainda não tinha localização definida, uma vez que as soluções existentes não eram “tecnicamente fáceis”.

“Estamos ainda em fase de análise das soluções propostas em termos de vantagens e desvantagens. Não são soluções tecnicamente fáceis, caso contrário já se teria optado por uma delas”, adiantou, à margem de uma visita aos potenciais locais de implementação do novo terminal marítimo de passageiros.

Duarte Freitas considera, no entanto, que não há motivo para estudar outras hipóteses de localização.

“Não enganem mais as pessoas. Já houve tempo de mais para estudar, já houve mais de seis anos para estudar e não há mais conversa de deslocalização”, frisou.

O cais de São Roque do Pico acolhe atualmente navios de passageiros e de mercadorias, o que condiciona a operação dos navios de mercadorias, nos dias em que os navios de passageiros de maior dimensão atracam, durante a operação de verão.

Lusa/Rádio Faial | Foto: PSD

About The Author

Related posts