There are no ads, please add some

“PS recusa obrigar Governo a pagar complemento ao abono de família em atraso há ano” afirma o BE

O pagamento do complemento regional ao abono de família está em atraso há um ano. O Bloco de Esquerda levou, pela segunda vez ao parlamento, uma recomendação ao Governo Regional para que o pagamento fosse regularizado. Estranhamente, se em abril, o PS votou a favor desta recomendação, reconhecendo o atraso no pagamento, hoje, mudou de posição e rejeitou a proposta do BE.

“O PS e o Governo reconheceram, em abril, que o BE tinha razão, que havia um atraso, mas que o Governo ia resolver o problema. Desde abril, a situação não mudou. Agora estão a desmentir?”, questionou a líder da bancada do Bloco.

 “Mas o complemento regional ao abono de família está em atraso para todos?”, perguntou a deputada do BE. “Não”, respondeu logo de seguida, lembrando que “os funcionários públicos recebem – e bem – todos os meses”. “Porque é que o Governo cumpre a lei com os funcionários públicos, e não cumpre com os restantes beneficiários deste apoio?”, perguntou Zuraida Soares, salientando a diferença de tratamento entre os que recebem mensalmente, a tempo e horas, e os que recebem semestralmente, e com um atraso que se prolonga já há um ano.

Zuraida Soares acusou o Governo Regional de “má fé política” quando diz, agora, que não há qualquer atraso, e desmontou esta mentira: “Em fevereiro de 2017, o Governo Regional pagou apenas os meses de janeiro a junho de 2016”. Está, por isso, em falta, o pagamento correspondente a 12 meses: julho de 2016 a junho de 2017.

A deputada do BE mostrou-se “perplexa face ao descaramento do Governo Regional”, que “não cumpre as resoluções desta casa, diz e desdiz-se no espaço de dois meses, não cumpre a lei, e não respeita as famílias mais necessitadas que estão há uma ano à espera”.

BE/Rádio Faial | Foto: Direitos Reservados

About The Author

Related posts