There are no ads, please add some

PS rasga promessa inscrita no PREIT de aumentar placa civil das Lajes, afirma Luís Rendeiro.

O grupo parlamentar do PSD/Açores considera lamentável o facto do PS rasgar, uma vez mais, uma promessa feita em período de pré-campanha eleitoral para as regionais 2016, desta feita a de ampliar a placa de estacionamento adjacente à Aerogare Civil das Lajes, na Terceira, uma infraestrutura indispensável para a alavancagem do Turismo e da economia da ilha.

“O PS falhou, uma vez mais, o compromisso assumido antes das eleições e, por via do seu sentido de voto, confirma que a sua postura é a de puxar a Terceira para baixo”, afirmou Luís Rendeiro, deputado social-democrata eleito pela Terceira, depois do voto contra do PS ao projeto de resolução do PSD/Açores que recomenda ao Governo regional que desencadeie todos os procedimentos para a ampliação da placa civil até ao final desta legislatura.

O parlamentar frisou que o compromisso de ampliar a pista C da Base das Lajes é uma das obras públicas que constam do Programa de Revitalização Económica da Ilha Terceira (PREIT), documento elaborado pelo executivo regional e aprovado pelo Parlamento açoriano para fazer face à redução da presença militar norte-americana na Base das Lajes.

“O PS alega que o processo de certificação da pista está a decorrer para dar o dito por não dito e assumir que a pista não será aumentada. Mas o Governo acredita que a certificação vai mudar alguma coisa nos constrangimentos diários sentidos pela aviação comercial e pelos passageiros que embarcam ou desembarcam nas Lajes”, questionou Luís Rendeiro.

“Que outras componentes dos PREIT estão desatualizadas?”, insistiu.

Para o deputado do PSD/Açores, “o Governo regional, ao não reconhecer as intervenções que inscreveu por iniciativa própria no PREIT, está a admitir que este documento, afinal, vale mesmo zero, tal como já haviam reconhecido vários ministros do Governo da República, o mesmo que anunciou que o PREIT seria para cumprir na integra”.

Luís Rendeiro estranha ainda que o Governo regional negue a existência de um projeto para a ampliação da placa de estacionamento para aviões comerciais nas Lajes, quando, e citou, existe um parecer do Ministério da Defesa a posicionar-se contra o “desenvolvimento do projeto proposto”.

“Há ou não um projeto ou andamos a brincar com coisas sérias e a Força Aérea é que está a mentir?”, questionou o deputado, lamentando que o secretário regional das Obras Públicas, Vítor Fraga, não tenha estado no debate sobre a iniciativa do PSD/Açores.

“Este projeto do PSD/Açores teve tudo para ser consensual, na medida em que a ampliação da placa é um dos poucos compromissos assumidos pelos três maiores partidos com assento nesta Assembleia Legislativa dos Açores. Mas o PS entendeu mudar de posição e posicionou-se no grupo daqueles que falham os compromissos, que enganam as populações e que têm lealdades de ocasião e de fação”, resumiu Luís Rendeiro.

Recorde-se que a ampliação da placa civil das Lajes já havia sido anunciada em 2006 pelo então presidente do Governo, Carlos César, que justificou a obra (que nunca chegou a ser executada) com a reduzida dimensão da placa para a aviação comercial.

Esta limitação agravou-se, entretanto, por via do aumento do tráfego aéreo na ilha, para a qual já voam companhias de baixo custo, o que obriga a que os aviões de maiores dimensões da Azores Airline, ou em serviço para a companhia aérea açoriana, sejam obrigados a estacionar, quando autorizados pela Força Aérea Portuguesa, na pista militar, situação que faz aumentar os custos da operação e reduz o conforto dos passageiros.

PSD Açores/Rádio Faial | Foto: PSD

About The Author

Related posts