There are no ads, please add some

Plano e Orçamento permitem melhorar continuamente a mobilidade e a acessibilidade nos Açores

“Melhorar continuamente a mobilidade e a acessibilidade na Região Autónoma dos Açores”, diz André Rodrigues, é um dos compromissos assumidos pelo Partido Socialista para a nova legislatura e que o Plano e Orçamento permitirão cumprir. No debate realizado esta quarta-feira na Horta, o deputado socialista recordou os passos que já foram dados neste setor, reconhecendo que “esse caminho, não foi realizado sem percalços, mas o trabalho desenvolvido e os resultados conseguidos, reforçam a nossa motivação e vontade de fazer mais e melhor”.

Em relação aos transportes aéreos, André Rodrigues sublinhou que “o Governo dos Açores, do Partido Socialista, realizou, na última legislatura, a maior reforma de sempre do modelo de acessibilidade de e para a Região, onde se concretizaram condições de promoção da igualdade de direitos a todos os Açorianos”. Agora, o desafio passa por “monitorizar, avaliar e adequar a oferta à procura, garantido a todas as ilhas, uma mobilidade e acessibilidade adequada, quer do ponto de vista dos residentes, quer do ponto de vista do turismo, permitindo o seu desenvolvimento económico, potenciando as particularidades e especificidades de cada uma das nossas ilhas”.

O Grupo Parlamentar do Partido Socialista também destaca a proposta de “novas alterações às obrigações de serviço público nas ligações aéreas entre o arquipélago e o continente, com o intuito claro de tornar mais atrativas as rotas sujeitas às obrigações de serviço público”. André Rodrigues também realçou a “implementação de obrigações de serviço público para os serviços aéreos regulares do transporte de carga aérea e correio, entre os Açores e o continente português”, como outra das metas a atingir.

No caso dos transportes marítimos de carga, “o objetivo passa por aprofundar e evoluir o modelo existente, que deve ser explorado e desenvolvido, com o propósito de o otimizar e reduzir os seus custos, para uma maior competitividade da economia açoriana, nomeadamente com a redução dos tempos de entrega nos mercados exportadores”.

O deputado socialista também fez questão de mencionar, no domínio dos transportes terrestres, “a implementação da Plataforma de Gestão Integrada de Transportes, com vista a permitir uma integração bilhética alargada, como ao trabalho continuo de modernizar e reorganizar a rede de transportes públicos terrestres, sempre com o intuito de potenciar uma maior intramodalidade e intermodalidade”.

No debate também foram analisadas as intervenções nas Obras Públicas cujo investimento, defende o PS/Açores, foi “direcionado para a criação de emprego, para a promoção da competitividade das empresas e para o apoio às famílias que conjugado com a redução do investimento privado, levou a um ajustamento do setor da construção civil”. Nos próximos anos, afirmou André Rodrigues, a aposta deve passar por “garantindo por um lado, estabilidade quanto à quantidade e valor dos investimentos, e por outro, quanto à previsibilidade, garantindo a adequação da mão-de-obra, promover a sustentabilidade do setor da construção civil”.

Texto/Foto: GP-PS/Açores

About The Author

Related posts