There are no ads, please add some

PJ faz quatro detenções por suspeitas de corrupção no Sistema Regional de Saúde dos Açores

A Polícia Judiciária (PJ) deteve quatro homens por suspeitas de corrupção envolvendo organismos do Sistema Regional de Saúde dos Açores, anunciou hoje a PJ.

Um comunicado da PJ adianta que “o Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada, no âmbito de um inquérito dirigido pela secção de Ponta Delgada do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) dos Açores, cuja investigação se iniciou em 2015, deteve quatro homens e constituiu outros dois como arguidos, por suspeitas da prática dos crimes de corrupção ativa e passiva e associação criminosa”.

Segundo a PJ, os detidos, entre os 46 e os 57 anos, têm “ligações profissionais às áreas médica, de gestão e comercial”.

No decurso da operação, designada Asclépio, que ocorreu nas ilhas de S. Miguel e Terceira, foram realizadas 25 buscas, entre domiciliárias e não domiciliárias, que envolveram “todo o efetivo de inspetores deste DIC, dois inspetores da UNC3T e cinco magistrados”, segundo o comunicado da PJ.

Além das detenções, foram “apreendidos diversos equipamentos informáticos e de comunicações, bem como acervo documental com interesse probatório, relacionado com a prática das atividades criminosas em investigação”.

De acordo com a PJ, “estão, sobretudo, em causa práticas ilícitas que visavam obter posições indevidas de privilégio na realização de contratos de fornecimento de bens a organismos prestadores de serviços de saúde, a troco de contrapartidas pecuniárias e outras, lesivas do interesse público”.

Os detidos vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial com vista à aplicação de medidas coativas tidas por adequadas.

Na quarta-feira, o Governo dos Açores emitiu uma nota a informar que a Polícia Judiciária (PJ) “desencadeou” esta manhã “um conjunto de diligências em várias estruturas do Serviço Regional de Saúde sobre processos de aquisição de bens e serviços”.

A mesma nota sublinhava que “a secretaria regional da Saúde reforçou as orientações a todas as unidades orgânicas do Serviço Regional de Saúde para o cumprimento reforçado e diligente de todos os colaboradores no fornecimento de todas as informações e elementos que sejam solicitados”.

Lusa/Rádio Faial | Foto: Direitos Reservados

 

About The Author

Related posts