There are no ads, please add some

Operação da SATA para o Faial no Verão IATA é superior à utilização do ano passado, assegura Ana Cunha

A Secretária Regional dos Transportes e Obras Públicas afirmou hoje que a operação montada e planeada pela SATA para o Verão IATA de 2018 “baseou-se, de uma forma racional e como é princípio de boa gestão”, no que foi executado no período homólogo de 2017, tendo como princípio, “para todas as rotas, de e para a ilha do Faial, uma oferta superior à utilização do ano transato”.

Ana Cunha, em declarações no final de uma reunião com o Presidente da Câmara Municipal da Horta, salientou que essa oferta, não só é superior à utilização do ano passado, como “ainda tem margem para acomodar um crescimento que, em termos médios a todas as rotas, foi de cerca de 3%”.

A Secretária Regional realçou que, “na totalidade da operação, ou seja, SATA Air Açores e Azores Airlines, são disponibilizados mais cerca de 55 mil lugares”, em relação aos utilizados em 2017.

Assim, ”o que se trata aqui é de adequar a oferta àquilo que foi o executado no ano passado” frisou.

“Não há aqui qualquer estrangulamento nas acessibilidades à ilha, muito pelo contrário, a oferta é superior à utilização do ano anterior, para homólogos períodos e, portanto, tem ainda, para além disso, margem para acomodação de um crescimento que se quer, e que é o que é saudável para esta ilha e para a nossa Região”, afirmou a titular da pasta dos Transportes.

A Secretária Regional referiu que o aumento que é proposto pela SATA “é um aumento transversal a todo o Verão IATA”.

“Nos meses de julho e agosto, que é a principal reivindicação do senhor Presidente da Câmara, não há esse aumento, conforme pretendido, para os 14 voos. Prende-se isto com o facto de esta rota, no ano passado, ter tido um crescimento negativo de -4%”, o que representa cerca de 4.600 lugares não utilizados”, acrescentou.

Além disso, frisou Ana Cunha, “há ainda a registar, nesse período de julho e agosto, uma percentagem significativa de voos que ficaram com uma taxa de ocupação muito abaixo dos 60% e, portanto, nessa medida, a SATA, o que planeou foi uma oferta mais transversal a todo o verão, ou seja, aumenta, mas considerando o verão IATA, de maio a outubro”.

Mesmo assim, salientou a Secretária Regional, há “crescimento em termos de lugares, ou seja, mesmo em julho e agosto, a oferta da SATA é superior à utilização no ano transato”.

GaCS/Rádio Faial | Foto: GaCS

About The Author

Related posts