There are no ads, please add some

O PAN Faial apresentou a candidatura à Câmara Municipal da Horta

PAN Faial surgiu em Março de 2017 com cinco elementos e passados três meses já fizeram intervenções políticas nas áreas da saúde, diversificação alimentar, produção local e biológica, reciclagem, energias alternativas e bem-estar animal.

“Sabemos que continua a ser uma luta sermos eleitos mas, numa ilha com um sistema democrático e livre, temos toda a legitimidade de sermos ouvidos como os restantes partidos políticos” afirmam.

A candidatura do PAN Faial, à Câmara Municipal da Horta, terá 15 elementos. Hugo Rombeiro, Regina Santos, Eugénio Viana, Helena Krug, Paulo Silva, Dora Duarte, Marco Nascimento, Paula Fraga, Janete Chaves, Hélio Silveira, Nádia Machado, Carlos Amaral, Cristina Carvalho, Alexandre Costa e Patrícia Meirinho. A lista candidata afirma “Somos seres humanos que respeitamos todos os outros seres e a nossa natureza”. E questionam “Temos defeitos, mas quem não os tem?”

Hugo Rombeiro recorda que “é neste sentido que peço a todos os faialenses que neste ato eleitoral leiam o programa eleitoral dos outros partidos e comparem com o nosso. Pedimos a todos os faialenses que nos deem uma oportunidade porque vivemos em liberdade e já está mais do que na hora de votarem no que acreditam e não se deixarem ficar pelo “mais vale assim do que nada”. Faialenses arrisquem! Não tenham medo da mudança”.

Esta candidatura apresentará um programa eleitoral em breve e terá como lema principal “Resgatar as Nossas Origens”. “Precisamos de menos retórica e de sermos mais pragmáticos. É neste sentido pragmático que o nosso projeto se inclui” afirmam.

Segundo Hugo Rombeiro e a sua lista de candidatos à Câmara Municipal da Horta “O Faial tem que investir à medida da sua realidade, lutando contra a importação. Projetos mega apetrechados de automatizações não geram emprego”.

A candidatura do PAN Faial, deixa um pedido a todos , recordando que “Antes de pensarmos em exportar temos que pensar em reduzir a nossa importação. Combatermos a importação gera mais economia, logo teremos mais emprego”.

PAN Faial/Rádio Faial | Foto: PAN Faial

About The Author

Related posts