There are no ads, please add some

LUTA PELA MELHORIA DAS ACESSIBILIDADES FAZ-SE COM TRABALHO E AÇÕES CONCRETAS

José Leonardo Silva comprometeu-se, na noite desta quarta-feira, na freguesia da Praia do Almoxarife, a continuar a lutar pela melhoria das acessibilidades aéreas à ilha do Faial e pela ampliação da pista do Aeroporto da Horta.

 

Relembrando os esforços realizados ao longo dos últimos quatro anos, lutando pela preservação das ligações da Horta com Lisboa, pela implementação do projeto RISE, para evitar cancelamentos excessivos devido às condições atmosféricas, e pela elaboração de um estudo que clarifique a opção de ampliação da pista, José Leonardo Silva, recandidato à Câmara Municipal da Horta, foi perentório nas palavras ao afirmar que as dificuldades ultrapassam-se “com trabalho e com ações concretas e objetivas e não com palavras ou comunicados políticos”.

 

“É assim que nós resolvemos as dificuldades, quando mais ninguém o faz”, “não estivemos sempre de acordo com o Governo nesta e em outras matérias, mas trabalhámos seriamente e fizemos um estudo que será a nossa defesa no aumento da pista do aeroporto da Horta”, afirmou o candidato, para quem “foi uma honra defender o Faial e os faialenses, nestes quatro anos, e pretendemos continuar a fazê-lo”.

 

Perante uma plateia repleta de praienses, na noite de apresentação das listas da freguesia da Praia do Almoxarife, José Leonardo anunciou que, apenas horas antes, tinha sido comentado nas redes sociais, para a possibilidade de existirem dois voos redondos, com a Horta, no mês de outubro, e que, perante essa possibilidade, fez saber junto da SATA que o Faial e os faialenses não aceitam eventuais operações dessa natureza que exigia a rápida reposição da ligação direta, tal como já havia defendido em relação às ligações de Inverno.

 

“Podia ter feito um comunicado a atacar a SATA, podia, mas nós não perdemos tempo com isso e vencemos as dificuldades, colocando-nos ao lado da solução”, frisou José Leonardo Silva, perante os aplausos da imensa plateia que o ouvia, nessa noite, para acrescentar: “Quero ser avaliado pelo trabalho que fiz, pela cara que dei pelos projetos e não pelo trabalho dos outros”, sublinhou.

 

Elencando algumas das medidas de força da sua campanha, o autarca garantiu um “projeto estratégico para o futuro, pensado para revitalizar a nossa ilha e potenciar o emprego, com especial enfoque nas medidas sociais”.

 

“Em 2013, quando iniciámos o nosso mandato, o desemprego era elevadíssimo, hoje reduziu cerca de 50%”, assim como “a dívida da Câmara em 44% e terminámos o ano sem dívidas a

fornecedores de conta corrente”, disse o candidato do PS à Câmara da Horta para frisar o cumprimento dos compromissos eleitorais assumidos que faz com que, nestas eleições “não queiram debater a obra da câmara, mas só as obras do Governo”.

 

“Demos a cara, mas nunca esquecemos dos faialenses que viveram grandes dificuldades. Nós não desistimos dessas pessoas e, através do fundo de emergência social, procurámos não deixar ninguém para traz”, referiu José Leonardo Silva para garantir que, nos próximos quatro anos, não pretende “deixar ninguém para trás” porque “todos os cidadãos têm direito a uma vida condigna”.

 

Por essa razão, anunciou, pretende criar um programa de apoio a cidadãos mais necessitados que precisem de apoio na compra de medicamentos para que ninguém passe necessidade.

 

O autarca valorizou, igualmente, o trabalho realizado pelas juntas de freguesia do concelho e o papel do autarca, nos dias de hoje, e, na Praia do Almoxarife, comprometeu-se com a realização de um projeto conjunto para requalificação a Avenida Unânime Praiense, com a conclusão da Ramada, a reabilitação da Fernandega e Chão Frio, bem como a melhoria da acessibilidade ao parque de campismo.

 

PS Faial/Rádio Faial | Foto: PS

About The Author

Related posts