There are no ads, please add some

Luís Garcia exige que não sejam cometidos mais erros no porto da Horta

O deputado do PSD/Açores eleito pelo Faial Luís Garcia assumiu o compromisso do partido de lutar com determinação para que não sejam cometidos mais erros no porto da Horta, uma infraestrutura estratégica para o desenvolvimento do Faial e da Região.

Em causa está a segunda fase do reordenamento do porto, anunciada para a legislatura 2012-2016, mas adiada para três novas fases, cujas datas são desconhecidas, e que a ser implementada descaracteriza o porto da Horta e pode comprometer de forma irreversível a segurança e a operacionalidade daquela infraestrutura portuária do Faial.

“O que o Governo quer fazer no porto da Horta é quase criminoso”, afirmou Luís Garcia, exigindo ao Governo regional que as soluções a implementar neste investimento sejam “bem refletidas, estudadas e envolvam os faialenses, as suas instituições e especialmente todos aqueles que naquele porto desenvolvem as suas atividades”.

O deputado social-democrata salienta que o projeto do executivo açoriano, cujo concurso ficou deserto, não corresponde, mais uma vez, ao que foi prometido aos faialenses.

“Deixa de fora ampliação da Marina, a capacitação do porto para receber navios de turistas de maior porte, a requalificação do clube nava e as infraestruturas para reparação e manutenção naval que permitam dotar o porto de uma zona de invernagem”, enumera.

Luís Garcia lamenta que o Governo e o PS tenham “enganado e entretido” os faialenses em relação a este investimento “com promessas nunca concretizadas, com milhões nunca investidos e com projetos que subvertem as promessas feitas”.

O parlamentar do PSD/Açores lembrou ainda as alterações apresentadas na primeira fase do projeto do porto da Horta, que incluía um novo cais com 400 metros de comprimento e 12 de profundidade e que acabou reduzido a 260 metros e oito de profundidade, o que “inviabiliza a utilização deste porto para grandes navios de turistas e compromete a segurança e a operacionalidade num dos portos mais seguros dos Açores”.

Texto/Foto: GI-PSD/Açores

About The Author

Related posts