There are no ads, please add some

José Leonardo desafia os jovens a participar no orçamento participativo escolar

“Os estudantes do 3.º ciclo do ensino básico, do ensino secundário/profissional, entre os 12 e os 23 anos, vão poder decidir o que querem melhorar na sua escola e concelho em geral. Para isso, precisam de ter uma ideia válida, que cumpra o estipulado nas normas de participação, e, claro, conseguirem os votos dos colegas, caso passe a projeto. Trata-se de um processo democrático que acontece nesta escola e na escola profissional e no qual é importante que cada um de vós participe”, afirmou José Leonardo Silva, Presidente da Câmara Municipal da Horta no arranque do ano letivo na Escola Secundária Manuel de Arriaga.

Este é um mecanismo que pretende estimular a participação democrática dos estudantes, valorizando as suas opiniões e a sua capacidade argumentativa, de reflexão e de mobilização coletiva, assim como o conhecimento prático de alguns mecanismos básicos da vida democrática.

“Enquanto Cidade Educadora, a cidade da Horta tem a responsabilidade de promover medidas que fomentem boas práticas enquanto cidadãos e é isso que vamos continuar a fazer”, afirmou o Presidente da CMH que desafiou os jovens a apresentarem as suas ideias.

O Presidente da Câmara realçou ainda o trabalho que tem sido feito no sentido de valorizar a educação e o trabalho que os alunos desenvolvem nas escolas, bem como as diversas parcerias que a CMH tem estabelecido com a ESMA, desde o projeto “Autarca por um dia”, aos “Encontros Filosóficos”.

CMH/Rádio Faial | Foto: CMH

About The Author

Related posts