There are no ads, please add some

João Ponte anuncia investimento em novo caminho agrícola no Faial

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas assegurou hoje que o Governo dos Açores vai continuar, em 2017, a investir na qualificação das infraestruturas de apoio às explorações agrícolas no Faial, anunciando a construção do caminho agrícola estruturante no novo Perímetro de Ordenamento Agrário Cedros/Salão.

 João Ponte anunciou ainda investimentos na eletrificação de salas de ordenha e no prolongamento da rede de abastecimento de água à lavoura na Lombega.

O Secretário Regional falava na inauguração da empreitada de construção e beneficiação do Caminho Agrícola CS2 – Caminho do Ribeiro/Almanços, localizado no Perímetro de Ordenamento Agrário da Feteira/Castelo Branco.

Este caminho agrícola, com 1.120 metros de extensão, beneficia duas dezenas de explorações e uma superfície agrícola de 560 hectares, tendo sido dada particular atenção, nesta empreitada, à drenagem pluvial com a construção de valetas e poços sumidouros.

O caminho agrícola vem possibilitar melhores condições de trabalho aos agricultores e uma redução dos custos de exploração, com o objetivo final de aumentar a rentabilidade das explorações inseridas nesta área de elevado potencial agrícola.

A infraestrutura agora inaugurada, num investimento de 165 mil euros, integra-se na estratégia de atuação da IROA, que, em 2016, promoveu o desenvolvimento sustentado das zonas rurais, incentivando a modernização e diversificação da agropecuária, contribuindo para a melhoria da competitividade da produção regional e elevando a qualidade do trabalho dos agricultores da Região.

“Este é mais um contributo que damos na melhoria das condições para a agricultura e para os lavradores trabalharem, à semelhança do que tem sido feito em todas as ilhas dos Açores”, afirmou João Ponte.

O Secretário Regional salientou que, “só nos últimos quatro anos, foram investidos cerca de oito milhões de euros na área das infraestruturas, em caminhos agrícolas, no abastecimento de água e na eletrificação das explorações e, nomeadamente na ilha do Faial, foram investidos nos últimos quatro anos cerca de meio milhão de euros nesse tipo de investimentos”.

“Este é um investimento que queremos continuar no futuro porque é importante para o desenvolvimento do setor, para a melhoria das condições de trabalho dos agricultores e, sobretudo, para a melhoria do seu rendimento”, afirmou João Ponte.

Texto/Foto: GaCS/SF  | RF/RP

About The Author

Related posts