There are no ads, please add some

IPMA alerta para vento e agitação marítima fortes nos Açores quarta e quinta-feira

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) alerta para a previsão de vento e agitação marítima fortes para os Açores na quarta e na quinta-feira.

Segundo informação da delegação regional dos Açores do IPMA, “uma depressão frontal a noroeste do arquipélago, com deslocamento para leste, deverá desenvolver ventos com força de furacão e ondulação forte que se deverá propagar para a região do arquipélago dos Açores, afetando principalmente as costas expostas a norte, noroeste e oeste das ilhas mais a norte”, Corvo, Flores e Graciosa.

O IPMA adianta que “esta situação afetará inicialmente as ilhas do grupo ocidental, Corvo e Flores, especialmente entre as 05:00 de quarta-feira e as 18:00 de quinta-feira (mais uma hora em Lisboa).

Neste grupo, as ondas de noroeste poderão atingir 12 metros de altura e uma onda máxima de 21 metros, sendo que “o vento será de oeste muito forte (65-75 km/h), com rajadas até 110 km/h, entre as 11:00 e as 23:00 de quarta-feira”.

Para o grupo central dos Açores, ilhas do Pico, Terceira, Faial, São Jorge e Graciosa, o IPMA aponta o período mais crítico a partir das 11:00 de quarta-feira e durante 24 horas, com ondas de noroeste até dez metros de altura significativa e uma onda máxima de 19 metros.

Nestas ilhas, o IPMA prevê, igualmente, vento de oeste muito forte (65-75 km/h), com rajadas até 100 km/h, entre as 14:00 e as 20:00 de quarta-feira.

Já para as ilhas do grupo oriental, Santa Maria e São Miguel, o IPMA refere que “o período mais crítico deverá ocorrer entre as 20:00 de quarta-feira e as 11:00 de quinta-feira, com ondas noroeste de oito a nove metros de altura significativa”.

A delegação regional dos Açores do IPMA ressalva que, “devido à incerteza inerente às previsões numéricas, a interpretação destes resultados deverá ser feita com cautela, sobretudo em situações extremas como esta”.

“Assim, recomenda-se o acompanhamento dos avisos meteorológicos que serão emitidos de acordo com os critérios e com a antecedência acordada com as autoridades de Proteção Civil”, acrescenta o IPMA.

Texto/Foto: Lusa/AO Online | RP

About The Author

Related posts