There are no ads, please add some

Investimento no Porto da Horta melhora condições da infraestrutura, realçou Ana Luís

O Grupo Parlamentar do Partido Socialista, em reunião com a empresa Portos dos Açores, na cidade da Horta, valorizou, esta terça-feira, as melhorias na “operacionalidade e segurança” que os investimentos previstos para o Porto da Horta irão permitir para os vários setores de atividade e para os profissionais que diariamente trabalham naquela infraestrutura.

Ana Luís realçou “a obra estruturante que será feita no Porto da Horta, no montante de cerca de 20 milhões de euros, considerando as três intervenções que serão feitas, o que trará uma melhoria significativa na operacionalidade do porto assim como o reordenamento das suas valências, aspecto que consideramos extremamente importante porque divide por áreas temáticas e de atividade o Porto da Horta”.

A deputada socialista frisou ainda a “valorização do trabalho dos pescadores, com a criação de melhores condições de trabalho, nomeadamente com a construção do núcleo de pescas e a aquisição de um travel lift de 75 toneladas que permitirá a varagem de embarcações de maior porte e potenciará a implementação de empresas para pequenas reparações navais”.

Para a deputada, o investimento em infraestruturas de apoio às empresas marítimo-turísticas criará também “novas condições a empresas que têm conseguido criar dinâmica num setor muito importante para a economia local”.

“Esta obra de reordenamento do Porto foi pensada e projetada para que estas condições de operacionalidade sejam asseguradas e para que, efetivamente, os setores de atividade que trabalham diretamente no Porto da Horta tenham as condições necessárias para melhorar a sua atividade e, inclusivamente, poder dar condições de instalação a novas empresas”, acrescentou.

A deputada lembrou ainda que o novo Terminal de Passageiros assume-se como “um cartão de visita extremamente atrativo para quem visita o Faial e permitiu criar condições condignas para quem todos os dias tem de atravessar este canal”. Além disso, tendo em conta a dragagem realizada, o terminal “corresponde às necessidades da procura que existe ao nível de navios de cruzeiro, sem que os números, dos últimos 4 anos, apontam para um aumento muito expressivo de navios”.

Ana Luís acrescentou que as obras efetuadas, que apontam para uma separação clara entre passageiros e mercadorias, foram planeadas tendo em conta quer a operacionalização dos fundos comunitários quer as preocupações dos vários setores de atividade.

“Neste conjunto de valências, entendemos esta obra como extremamente importante e estruturante, e que associada à obra da Escola do Mar e com a instalação do Centro de Observação Oceânica e do Centro de Aquicultura na ilha do Faial, estamos aconcretizar os compromissos do Partido Socialista de especialização e vocação da ilha do Faial nas temáticas do mar”, finalizou Ana Luís.

Texto/Foto: GI-PS/A | RF/RP

About The Author

Related posts