There are no ads, please add some

Governo dos Açores reivindica reforço orçamental da Política Agrícola Comum

O secretário regional da Agricultura e Florestas dos Açores, João Ponte, reivindicou um reforço orçamental da Política Agrícola Comum (PAC) após 2020, num documento entregue hoje ao ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, em Lisboa.

“A PAC é fundamental para minimizar diversos constrangimentos e dificuldades que se verificam nos Açores em relação às restantes regiões europeias”, salientou João Ponte, realçando a natureza ambiental, climática e de dispersão geográfica e a distância dos mercados, entre outras características, que acarretam maiores custos de produção no arquipélago.

O governante, citado numa nota do Gabinete de Apoio à Comunicação Social do Governo Regional dos Açores, falava depois de se ter reunido com Luís Capoulas Santos, em Lisboa, para lhe entregar um documento com os contributos dos Açores para a revisão da PAC pós 2020.

O secretário regional da Agricultura defendeu que o orçamento da PAC não deve ser reduzido por via de outras prioridades que emergem no seio da União Europeia, como a segurança ou as migrações, nem por via do ‘Brexit’, pelo contrário, deve ser reforçado.

“É fundamental um reforço de verbas no POSEI para dar resposta aos aumentos de produção, verificados nos últimos anos, mas também para garantir novos regimes de ajuda e no fundo assegurarmos a competitividade do setor agroalimentar”, frisou.

João Ponte reivindicou também um reforço do orçamento da política de desenvolvimento rural, segundo pilar da PAC, bem como a manutenção das atuais taxas de cofinanciamento aplicadas às Regiões Ultraperiféricas.

“Este segundo pilar é extremamente importante para dar resposta à melhoria da competitividade do setor, aos investimentos que têm necessariamente que ser feitos na modernização do setor, nas instalações e infraestruturas públicas, para chamar mais jovens ao setor agrícola, para assegurar a rentabilidade das explorações e a manutenção da nossa agricultura”, salientou.

Segundo o governante, o documento entregue ao ministro da Agricultura resultou de um trabalho conjunto do Governo Regional com os parceiros do setor, com um “contributo muito importante” da Federação Agrícola dos Açores.

Lusa/Rádio Faial | Foto: GaCS

About The Author

Related posts