There are no ads, please add some

Governo dos Açores e Autoridade Marítima desafiam alunos da Região a criar sinalética sobre ocorrência de águas vivas

As secretarias regionais da Educação e Cultura e do Mar, Ciência e Tecnologia, em parceria com o Comando da Zona Marítima dos Açores e o Departamento Marítimo dos Açores, promovem a realização do concurso “Alerta Águas Vivas”, desafiando os alunos das escolas da Região a criar uma sinalética que alerte os banhistas para a existência destes animais nas zonas balneares.

Melhorar a informação ao dispor dos banhistas e aumentar a segurança nas zonas balneares são dois dos principais objetivos desta iniciativa.

O concurso, que arranca hoje e termina a 31 de março, destina-se a alunos do 3.º ciclo e dos ensinos secundário e profissional de todas as escolas do arquipélago.

Esta iniciativa pretende também estimular a criatividade dos jovens, que terão de desenhar e criar logótipos para bandeiras e placas que assinalem a presença de águas vivas nas zonas balneares de acordo com a sua densidade, ou seja, consoante o número de organismos presentes na água e o perigo que representam para os banhistas.

Aguas Vivas 2

A escala de densidade a utilizar será de um “Alerta”, a içar quando há avistamentos esporádicos ou queixas de contacto com águas vivas na zona balnear, e de “Perigo”, a içar em situação de elevada concentração de águas vivas na zona balnear.

Os trabalhos dos alunos serão avaliados por um júri constituído por representantes das secretarias regionais da Educação e Cultura e do Mar, Ciência e Tecnologia, do Departamento Marítimo dos Açores e da Associação de Nadadores Salvadores dos Açores.

Serão atribuídos prémios aos 10 primeiros classificados, bem como ao estabelecimento de ensino frequentado pelos alunos classificados em primeiro lugar.

O estabelecimento de ensino vencedor receberá um prémio no valor de 250 euros.

Os três primeiros classificados serão premiados com um almoço e um passeio a bordo de um navio da Marinha Portuguesa, enquanto os alunos cujos projetos fiquem classificados entre o quarto e o décimo lugares terão direito a uma navegação num navio da Marinha Portuguesa.

Todos os projetos aceites a concurso receberão um diploma de participação.

Texto/Foto: GaCS/GM | Rádio Faial

About The Author

Related posts