There are no ads, please add some

Encontro sobre o AIR Center tem grande potencial para a projeção dos Açores, afirma Vasco Cordeiro

O Presidente do Governo destacou o grande potencial para a projeção da Região do encontro internacional de alto nível que decorre hoje e sexta-feira, na ilha Terceira, para debater a criação do Centro de Investigação Internacional dos Açores (AIR Center).

“Este é um momento com grande significado e com grande potencial para a nossa Região, no sentido de reafirmar a centralidade dos Açores num conjunto de áreas do conhecimento e da ciência, caso do clima, dos oceanos e do espaço”, afirmou Vasco Cordeiro.

Em declarações aos jornalistas, o Presidente do Governo salientou ainda ser com grande expectativa que o Executivo, que está envolvido na preparação deste encontro, aguarda as suas conclusões e os passos que se seguirão, no “sentido de se concretizar esta aposta de alicerçar na ciência um novo fator de projeção dos Açores e do país a nível internacional”.

“Este encontro e os objetivos que lhe subjazem, naturalmente não esgotam o trabalho que o Governo dos Açores tem desenvolvido num conjunto de outras áreas”, frisou Vasco Cordeiro, apontando o exemplo de vários investimentos em diversas ilhas, como é o caso da Estação de Rastreamento de Satélites de Santa Maria, da Agência Espacial Europeia (ESA).

Um trabalho que inclui, também, o projeto a sedear na ilha do Faial relacionado com um futuro centro de observação sobre as ciências do Mar.

“Tudo isso – e o AIR Center é mais um fator – acresce a esse alicerce da ciência e do conhecimento para a projeção da nossa Região no exterior”, salientou Vasco Cordeiro.

A ilha Terceira acolhe, hoje e sexta-feira, a reunião ‘Atlantic Interactions: High Level Industry-Science-Government Dialogue’, organizada pelo Governo da República, em parceria com o Governo dos Açores.

Este encontro de alto nível, que juntará delegações de cerca de 30 países, com cerca de duas centenas de participantes, para debater a criação do futuro AIR Center, pretende promover o diálogo entre governantes, investigadores e empresários com o objetivo de alinhar as estratégias de investigação dos países do Atlântico Sul e do Atlântico Norte para a cooperação internacional em áreas como as alterações climáticas, a energia, o espaço e o oceano.

Texto/Foto: GaCS/PC

About The Author

Related posts