There are no ads, please add some

Divulgação de dados pessoais “não pode ficar impune”

O presidente do PSD/Açores, Duarte Freitas, afirmou hoje que a divulgação na Internet dos dados pessoais de 230 mil utentes do Serviço Regional de Saúde “não pode ficar impune”.
“Este assunto tem que ser esclarecido e não pode ficar impune. O governo regional não pode tentar passar pelos pingos da chuva como se nada tivesse a ver com o assunto. Até à data as explicações foram zero e podemos concluir que a responsabilidade é do governo”, afirmou Duarte Freitas, na Assembleia Legislativa dos Açores, durante o debate do Plano e Orçamento para 2017.
O líder dos social-democratas açorianos salientou que a fuga de informação “é grave, porque são dados privados, dos nossos filhos, das nossas famílias e da grande maioria dos açorianos”.
“Esta matéria já foi falada em toda a comunicação social nacional, na Assembleia da República e pelo próprio governo da República. Mas continua sem ter uma explicação da parte do governo regional dos Açores”, disse.
Duarte Freitas afirmou que “não se pode deixar passar esta situação, pois é demasiado grave essa exposição dos dados pessoais de 230 mil açorianos”, e anunciou que o grupo parlamentar do PSD/Açores vai efetuar diligências para “aprofundar” o que já é conhecido sobre este caso.
“Faremos chegar à comissão parlamentar de Assuntos Sociais um pedido para ser ouvido não só o atual secretário regional da Saúde, mas também o anterior, e a atual presidente da Saudaçor e a sua antecessora”, garantiu o presidente do PSD/Açores.
Texto/Foto: GI-PSD/Açores

About The Author

Related posts