There are no ads, please add some

Direção Regional dos Assuntos do Mar sensibiliza participantes do festival náutico da Semana do Mar para problemática do lixo marinho

 Diretor Regional dos Assuntos do Mar afirmou, na Horta, que o Governo dos Açores pretende ser “um parceiro ativo na luta contra o flagelo global que é a proliferação de lixo no oceano”.

Segundo Filipe Porteiro, a sensibilização das populações, “em especial das camadas mais jovens de utilizadores do mar”, para este problema ambiental é “fundamental para alterar comportamentos e para inverter o rumo do problema”.

O Diretor Regional falava domingo no âmbito da assinatura de um protocolo entre a Direção Regional dos Assuntos do Mar e o Clube Naval da Horta que visa implementar a iniciativa ‘Lixo Zero no Mar dos Açores’ no âmbito das atividades náuticas que estão a decorrer durante a Semana do Mar.

Segundo o Diretor Regional, o objetivo deste protoloco é “sensibilizar todos os participantes do programa náutico destas festas para a problemática do lixo marinho”.

“Se não podemos combater o lixo marinho que nos chega de outras paragens distantes, temos a obrigação cívica de evitarmos a produção de lixo marinho por fontes endógenas”, disse.

Neste sentido, e ao abrigo deste protocolo, o Clube Naval da Horta compromete-se a utilizar material reutilizável em todos os eventos sociais que organize durante o próximo ano.

Entre as várias iniciativas previstas no protocolo, Filipe Porteiro destaca também a colocação de contentores apropriados para que as tripulações possam depositar o lixo produzido durante as atividades náuticas, sendo que esta campanha de mitigação de lixo marinho se estende a todas as atividades promovidas pelo Clube Naval da Horta ao longo do ano.

O Diretor Regional lembrou que o Governo dos Açores tem trabalhado no sentido de mitigar o problema do lixo, através da implementação de sistemas de processamento de resíduos em todas as ilhas da Região, bem como através dos serviços competentes da administração regional.

“Temos levado a cabo várias campanhas de sensibilização junto das populações, em parceria com entidades públicas e privadas e Organizações Não-Governamentais do Ambiente, que envolvem limpezas costeiras, exposições temáticas ou a distribuição de panfletos informativos, referiu Filipe Porteiro.

A iniciativa “Lixo Zero no Mar dos Açores, lançada em 2015, enquadra-se no Plano de Ação para o Lixo Marinho nos Açores (PALMA).

GaCS/Rádio Faial | Foto: GaCS

About The Author

Related posts