There are no ads, please add some

Deputados do PSD, exigem solução urgente para a falta de médicos especialistas no Hospital da Horta

Os deputados do PSD/Açores eleitos pelo Faial Carlos Ferreira e Luís Garcia exigem uma solução urgente para a falta de médicos especialistas no Hospital da Horta.

Em causa estão as recentes saídas de especialistas que prestavam serviço naquela unidade de saúde e o anúncio da cessação de colaboração de outros clínicos, situações que já motivaram um requerimento do grupo parlamentar do PSD/Açores e que foram objeto de moção aprovada por unanimidade na Assembleia Municipal da Horta.

“A eventual fragilização do serviço prestado pelo Hospital da Horta é grave, prejudica as populações de várias ilhas e tem que ser urgentemente solucionada com a contratação de especialistas residentes, que possam garantir o funcionamento regular, qualificado e humanizado de valências médicas tão relevantes e sensíveis como são os casos da oncologia e da hematologia”, afirmou Carlos Ferreira, no final de uma reunião com o conselho de administração do Hospital da Horta.

Durante o encontro, onde também participou Estêvão Gomes, presidente da comissão política de ilha, os deputados social-democratas deram nota da preocupação do PSD/Açores com a degradação das especialidades clínicas do Hospital da Horta, que a confirmar-se coloca seriamente em causa um dos pilares essenciais da qualidade de vida dos açorianos: o acesso a cuidados de saúde adequados.

De acordo com Carlos Ferreira, que registou as explicações do conselho de administração sobre as especialidades existentes e as diligências em curso para substituir os especialistas, no final da reunião os deputados do PSD/Açores não saíram mais tranquilos, porque ficaram com “a ideia de que há dois mundos diferentes: o da Administração e do Governo, em que parece estar tudo bem; e o mundo real, que é o das pessoas que nos procuram diariamente para denunciar as suas dificuldades”.

Carlos Ferreira sublinha que o Hospital da Horta “não pode ser esvaziado e recorrer maioritariamente a médicos que se deslocam de outras unidades, tem é que ser reforçado e continuar a assumir o seu papel no sistema regional de saúde, prestando às populações das ilhas que serve cuidados médicos permanentes, próximos e especializados”

Texto/Foto: GI-PSD/Açores

About The Author

Related posts