There are no ads, please add some

Conselho Municipal de Segurança atento à problemática do consumo de álcool e estupefacientes no Concelho da Horta

O Conselho Municipal de Segurança do Concelho da Horta reuniu na tarde de 4.ª feira, pela primeira vez neste mandato.

Em cima da mesa estiveram várias questões relacionadas com a segurança da nossa ilha que, saliente-se, registou menos 20% de ocorrências criminais quando comparado a igual período do ano passado.

“Os números apresentados são muito positivos, se tivermos em linha de conta que temos um índice de criminalidade muito baixo e continua a baixar”, frisou o responsável policial.

Entretanto, nesta primeira reunião deste orgão consultivo, foi dado especial destaque à problemática das dependências – seja de álcool ou substâncias psicotrópicas – junto das camadas mais jovens.

“Esta problemática tem sido objeto de uma preocupação crescente por parte do Município, quer pelo impacto na vida da população, em geral e, em particular, na vida das crianças, adolescentes e jovens”, salientou José Leonardo Silva, presidente da CMH.

Neste sentido, e conforme referido, a autarquia faialense está a atualizar o seu Plano Municipal de Prevenção das Dependências, em parceria com o Instituto Europeu para o Estudo dos Fatores de Risco em Crianças e Adolescentes, nomeadamente com o Dr. Fernando Mendes, através da realização de inquéritos/ entrevistas às escolas e diversas entidades/ instituições.

Os resultados, depois de analisados, vão ser apresentados publicamente e definido um plano de ação, no último trimestre deste ano. Referiu ainda o projeto de prevenção primária, “Pinta o Futuro”, em parceria com a APADIF que tem sido considerado um sucesso por todos os envolvidos.

Os Conselheiros foram unânimes em apostar em ações de prevenção junto das camadas mais jovens, por forma a que, sobretudo na época das festas de verão, se evitem excessos e se consiga diminuir o número de utentes sinalizados, nomeadamente através de uma sensibilização junto das entidades a quem são adjudicados os espaços de venda de bebidas ou mesmo através de campanhas direcionadas a jovens que integram os nossos clubes ou agremiações, quer culturais, quer desportivas.

CMH/Rádio Faial | Foto: CMH

About The Author

Related posts