There are no ads, please add some

CMH destaca voluntariado social como meio de promoção e desenvolvimento do concelho

O Presidente da Câmara Municipal da Horta anunciou que as preocupações do Município no que diz respeito às famílias do concelho, estão espelhadas naquelas que são as medidas incluídas no Plano e Orçamento do Município para 2019, “porque entendemos que ninguém deve ser deixado para trás”, realçou José Leonardo Silva na sessão solene de inauguração da sede da Associação SOS Conceição.

Como tal, e conforme referiu, o Município pretende reforçar o apoio que presta às famílias do seu concelho, mantendo a fixação da taxa mínima legal de IMI, a redução para as famílias que tenham 1, 2, 3 ou mais dependentes e o aumento da redução da participação variável no IRS no concelho.

José Leonardo referiu ainda que “apesar do esforço financeiro que a medida representa para os cofres do município, é uma medida de efetivo apoio às famílias que lhes permite um alívio da carga fiscal, sobretudo àquelas que estão a passar por maiores dificuldades”, frisou.

O Presidente da Câmara realçou o papel que esta associação tem tido no contexto da sua freguesia de implementação, bem como o impulso que tem dado para que outras se constituam e destacou a importância que é ver as pessoas envolvidas neste conceito social, “quando vemos projetos como este ganharem forma, tudo faz sentido. Dar um pouco de nós ao lugar onde estamos inseridos é muito importante para o desenvolvimento harmonioso e sustentável que se quer para o Faial. O SOS Conceição ainda é um bebé mas já tem um descendente, o SOS Feteira, o que demonstra a pertinência que estas formas de atuação têm no nosso meio”.

“As grandes obras de milhões nunca serão tão importantes como estas obras, cuja componente social é muito forte”, afirmou.

O presidente da autarquia reiterou ainda a intenção do Município de continuar a apoiar projetos desta índole.

CMH/Rádio Faial | Foto: Direitos Reservados

About The Author

Related posts