There are no ads, please add some

CDS-PP quer que famílias açorianas passem a tomar conta dos seus idosos

O CDS-PP/Açores quer que o Governo Regional deixe de financiar as Santas Casas da Misericórdia do arquipélago e transfira o dinheiro para que as famílias possam tratar dos seus idosos em casa.

“Julgamos que é importante manter os idosos em casa o mais tempo possível, junto da sua família, e a proposta que vamos fazer é que a verba que o Governo paga às Santas Casas seja dada às famílias, para que possam manter os seus idosos no seio do seu lar e evitar ao máximo institucionalizá-los”, justificou o líder do CDS/Açores, Artur Lima, em declarações à agência Lusa.

A proposta centrista, que será apresentada em breve na Assembleia Legislativa dos Açores, surge na sequência da divulgação do polémico relatório sobre o funcionamento da unidade de cuidados continuados da Santa Casa da Misericórdia de Ponta Delgada, que foi solicitada pelos deputados do CDS.

Artur Lima entende que o relatório em causa é “assustador” e “aterrador” e acusa o executivo socialista de ter sido “negligente” e “cruel” ao não ter atuado de imediato.

“Acho que este relatório é assustador e o CDS não compreende como é que o Governo [Regional], tendo esse relatório na sua posse, ao tempo que tem, não tenha atuado de uma forma generalizada, não apenas sobre uma instituição, mas fiscalizando todas”, criticou o líder dos centristas açorianos, acrescentando que essa postura revela uma “negligência cruel” por parte do executivo.

Para os centristas açorianos, esta alteração legislativa que agora vão apresentar no parlamento, além de ter como finalidade “moralizar o sistema e garantir que haja mais qualidade e humanismo nos cuidados prestados aos idosos institucionalizados”, vai “gerar novos postos de trabalho” na região.

A polémica sobre os alegados maus-tratos a idosos nos Açores surgiu depois de uma grande reportagem da TVI, divulgada no final de julho, a propósito do funcionamento da unidade de cuidados continuados da Santa Casa da Misericórdia de Ponta Delgada.

O grupo parlamentar do PSD na Assembleia Legislativa dos Açores anunciou, entretanto, que vai criar uma comissão de inquérito, com caráter potestativo, para investigar os alegados casos de maus-tratos a idosos naquela instituição de solidariedade social.

Entretanto, foram já ouvidos, com caráter de urgência, por proposta da bancada do PS e do Governo Regional, a coordenadora da Rede Regional dos Cuidados Integrados, os provedores da Santa Casa de Ponta Delgada e Angra do Heroísmo e os secretários regionais da Saúde e da Solidariedade Social, a propósito deste caso.

Lusa/Rádio Faial | Foto: Direitos Reservados

About The Author

Related posts