There are no ads, please add some

CDS-PP/Açores quer que as suas propostas aprovadas sejam implementadas

O CSD-PP/Açores deixou hoje ao presidente do Governo Regional a mensagem de que “não basta” aprovar as propostas do partido, mas também implementá-las, e de “forma adequada”, o que, alegou, não aconteceu nos orçamentos anteriores.

Alonso Miguel, secretário-geral dos centristas açorianos, referiu aos jornalistas não ter ainda conhecimento do Plano e Orçamento para 2019, mas indicou que se está a trabalhar num conjunto de propostas em áreas que considerou fundamentais como a saúde, educação, competitividade empresarial, agricultura e pescas.

O presidente do Governo dos Açores está hoje a receber, no Palácio de Santana, os parceiros sociais e partidos políticos para a preparação do Plano e Orçamento para 2019, documentos que deverão ser apresentados na Assembleia Legislativa no final de outubro.

Vasco Cordeiro, acompanhado pelo vice-presidente do Governo dos Açores, Sérgio Ávila, recebeu de manhã a Federação das Pescas dos Açores, a Federação Agrícola dos Açores, a Câmara do Comércio e Indústria dos Açores, as centrais sindicais UGT e CGTP-IN e o PCP.

“Haja vontade por parte do Governo Regional e não faltarão propostas ao CDS-PP nem a propositura que nos caracteriza”, declarou o dirigente centrista.

O Orçamento dos Açores para 2018 foi aprovado com os votos contra de oposição e é de 1.292 milhões de euros, valor sensivelmente igual ao de 2017, enquanto o Plano de Investimentos global é de 753 milhões de euros, um decréscimo de cerca de 3% face ao de 2017.

Lusa/Rádio Faial | Foto: Direitos Reservados

About The Author

Related posts