There are no ads, please add some

Carlos Ferreira propõe e Conselho de Ilha aprova Deliberação sobre Acessibilidades Aéreas ao Faial

O Conselho de Ilha do Faial aprovou por unanimidade uma deliberação sobre acessibilidades aéreas, proposta pelo deputado Carlos Ferreira.

Na apresentação efetuada, o parlamentar social democrata eleito pelo Faial destacou a incapacidade da SATA para prestar um serviço de qualidade à população faialense, ao tecido empresarial e aos visitantes.

“O Faial está refém dos constantes atrasos, cancelamentos, falta de lugares e preços proibitivos que encaminham os passageiros para outras rotas e aeroportos”, declarou Carlos Ferreira, que apontou a falta de resposta da companhia aérea regional às necessidades de mobilidade dos residentes, incluindo daqueles que têm que se deslocar para exames ou consultas médicas, incapacidade que se estende ao transporte de produtos locais.

No documento, é destacada também “uma estratégia de tarifas e de promoção de rotas que desincentiva a opção pela ligação direta Lisboa-Horta”, obrigando os passageiros a optar por outros aeroportos, levando muitos a não vir ao Faial e a optar por ficar na ilha que lhes serve de porta de entrada.

Carlos Ferreira afirmou também que “os problemas repetem-se ano após ano e condicionam o desenvolvimento e a qualidade de vida nesta ilha, sem que o Governo Regional e a SATA tenham tido capacidade ou vontade de os eliminar ou atenuar”.

Com a aprovação da deliberação, o Conselho de Ilha do Faial exige uma intervenção imediata da SATA e do Governo Regional no sentido de assegurar a mobilidade da população, solicita ao Governo que dê orientações claras à SATA para promover adequadamente a rota direta Lisboa-Horta e para que faça um planeamento mais rigoroso e atempado, que evite os constrangimentos que se vêm repetindo há vários anos, em especial no período de verão e épocas festivas.

O Conselho reivindica a realização, no mínimo, de 14 ligações diretas semanais entre a Horta e Lisboa, nos meses de julho e agosto, e exige ainda que as principais instituições 2 políticas e empresariais do Faial sejam ouvidas no desenvolvimento do processo de revisão das Obrigações de Serviço Público.

A título positivo e apesar do atraso verificado, o Conselho regista com agrado o desenvolvimento e conclusão dos voos-teste relativos à implementação do sistema RISE, que considera poder vir a resolver alguns problemas verificados, sem, no entanto, substituir a legítima reivindicação do aumento da pista do aeroporto da Horta.

PSD/Rádio Faial | Foto: PSD

About The Author

Related posts