There are no ads, please add some

Câmara Municipal da Horta valoriza espaços públicos da cidade

A Câmara Municipal da Horta procedeu, esta terça-feira, à substituição do mobiliário urbano localizado na Praça da República, por bancos e papeleiras tradicionais em madeira, com o intuito de preservar o estilo romântico do jardim ali existente.

A iniciativa está integrada no projeto “Horta ConVida”, e segundo o Presidente da autarquia, visa “melhorar a ambiência da cidade e fazer com que os faialenses se sintam bem nos espaços públicos existentes”, considerou, acrescentando que o mobiliário retirado será recuperado e instalado em locais apropriados no concelho.

Em declarações aos jornalistas, José Leonardo referiu igualmente que a autarquia irá iniciar a recuperação do mobiliário existente no Jardim Florêncio Terra.

Da iniciativa consta um investimento total de 26 mil euros em 35 bancos românticos e 21 papeleiras respeitando, de acordo com o edil, um compromisso assumido para com os faialenses.

Referindo-se à requalificação do Largo D. Luís I (Largo do Relógio), o autarca anunciou que no âmbito da intervenção que se encontra a decorrer no local com a criação de um parque infantil inclusivo e zona de lazer, a autarquia irá dotar aquele espaço de um campo polidesportivo que permita não só prática de diversas modalidades desportivas mas também a prática de desporto adaptado para pessoas com deficiência, tornando aquele local inclusivo, acessível para todos e com vida.

José Leonardo enalteceu as intervenções que têm vindo a ser concretizadas com o objetivo de melhorar o ambiente da cidade e valorizar os seus espaços públicos, como é exemplo disso, a requalificação da Rua Maestro Symaria, do Largo do Bispo D. Alexandre e da zona envolvente à Torre do Relógio.

O líder do executivo camarário salientou ainda que essas intervenções têm sido realizadas por empresas locais permitindo também contribuir para a dinamização da economia do Faial e do seu tecido empresarial.

Texto/Foto: GI-CMH

About The Author

Related posts