There are no ads, please add some

Câmara Municipal da Horta quer criar mais investimento no concelho

A Câmara Municipal da Horta deu início ao levantamento das frentes urbanas a preservar tendo em vista a alteração futura do Plano de Urbanização. Para José Leonardo Silva, trata-se de medidas incentivadoras de mais investimento no concelho, a par dos benefícios entretanto criados que, para o autarca, já registam sinais positivos ao nível da reabilitação urbana.
Na inauguração de um moderno espaço comercial na freguesia das Angústias, destinado à empresa Micro Horta, José Leonardo Silva anunciou que, de 2014 a 2017, foram 24 os empresários a reabilitar edifícios na cidade da Horta, tirando partido da única Área de Reabilitação Urbana existente nos Açores, que permite às empresas beneficiarem de isenção de IMI e de IMT.
O Presidente da Câmara salientou, igualmente, a importância do gabinete municipal do investidor, que permitiu reduzir o tempo de resposta da Câmara Municipal aos processos existentes, mas que pretende venham ainda a ter respostas mais positivas, para além da redução do prazo médio de pagamento a fornecedores, no sentido das empresas saberem com que podem contar.
“Orgulho-me desta Câmara ter estado ao lado dos empresários quando foi necessário dar mais tesouraria às empresas, pagando a tempo e horas”, frisou José Leonardo Silva para quem “criar um posto de trabalho hoje é uma grande responsabilidade social” que requer “empresários ativos que se desafiem” como é exemplo a empresa Micro Horta, o seu sócio-gerente, Mário Moniz e os seus sócios.

CMH/Rádio Faial | Foto: Direitos Reservados

About The Author

Related posts