There are no ads, please add some

Câmara da Horta vai investir mais de 1 milhão de euros na reabilitação do Mercado Municipal

A Câmara Municipal da Horta vai investir cerca de 1 milhão e 100 mil euros na reabilitação do Mer-cado Municipal.

O anúncio foi feito, esta quinta-feira, pelo Presidente da autarquia, no momento de apresentação do projeto de execução de requalificação daquela infraestrutura municipal.

O espaço será totalmente coberto, a lojas ganharão outras dimensões e outra flexibilidade, existirão expositores móveis para quem quiser comercializar os seus produtos no interior do espaço, haverá um espaço de frio comum para os lojistas e o estacionamento também será alvo de uma profunda requalificação. O passo seguinte será o lançamento do concurso público para se avançar depois para a candidatura do projeto a fundos comunitários.

O presidente da Câmara da Horta, José Leonardo, prevê que esteja tudo pronto para que as obras se iniciem no final do ano. Obras que custarão 1 milhão e cem mil euros e terão um prazo de execução de dez meses.

O presidente da edilidade salientou que se está perante uma forte aposta na promoção do setor primário e na criação de condições para potenciar mais-valias na venda dos seus produtos. José Leonardo lembra que os mercados municipais são sempre um local de visitação para quem nos visita, considerando que a requalificação do mercado também é uma forte aposta no turismo. Esta aposta da Câmara da Horta no Mercado Municipal vai impor também, segundo o autarca faialense, uma mudança de paradigma que tem como pano de fundo o aumento da qualidade na oferta dos lojistas. «Não faz sentido fazer uma aposta desta grandeza no Mercado Municipal sem que haja também uma aposta na qualidade e na valorização dos produtos», afirmou o edil.

Nesse sentido, a autarquia já começou a trabalhar num projeto de marketing para a promoção do Mercado Municipal. Para além disso está também a ser pensado um novo regulamento. «O novo regulamento será mais ágil, comtemplará horários mais alargados, mas não permitirá lojas fechadas e quem não cumprir não poderá continuar no Mercado Municipal», explica José Leonardo.
A autarquia vai também promover ações de formação junto dos lojistas, quer no que diz respeito à exposição de produtos, quer no serviço prestado. Tudo em nome da qualidade e de um novo con-ceito para o Mercado Municipal.
Na ocasião foi ainda celebrado um protocolo entre a CMH e Associação de Agricultores da ilha do Faial no qual a autarquia irá ceder, a título gratuito, um espaço no Mercado para a instalação da Loja do Triângulo. A Loja do Triângulo vai regressar ao Mercado Municipal e será a loja âncora depois de estarem concluídas as obras de requalificação.

Texto/Foto: GI/CMH | Rádio Faial

About The Author

Related posts