There are no ads, please add some

Câmara da Horta assinala Dia Municipal para a Igualdade

No passado dia 24 de Outubro, comemorou-se o Dia Municipal para a Igualdade, na ilha do Faial.

Para assinalar esta data, a Câmara Municipal da Horta promoveu o fórum de discussão “Promover para Viver em Igualdade”, que teve lugar no Teatro Faialense.

O evento contou com a presença do Presidente da Câmara, José Leonardo, do Diretor Regional das Comunidades, Paulo Teves, entre outras personalidades locais.

Segundo José Leonardo, esta data “alerta não só para as assimetrias existentes na nossa sociedade, mas sobretudo para a necessidade de intervenção, que ainda deve prevalecer, enraizando maior inclusão social e mais participação cívica”.

“Promover a igualdade é promover a inclusão” afirmou o autarca, sublinhando a este respeito que, este “é um desafio cívico, económico e cultural”, que se coloca à autarquia e que aponta para a necessidade de introduzir “na nossa realidade ações e princípios presentes com uma maior equidade e justiça social, criando estratégias e pulverizando a sociedade e os seus agentes”, sublinhou.

Com a nomeação de uma Conselheira Municipal para a Igualdade em 2013, deu-se início à criação do Plano Municipal para a Igualdade, e à constituição de uma equipa interna.

A primeira missão desta equipa é a formalização de um protocolo, que permita a criação do documento de ação a promover pela autarquia. “Com a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, foi assinado um protocolo tendo em vista a realização do documento sintetizador e da estratégia de integração na perspetiva de género nas políticas e ações promovidas pela autarquia”, afirmou o Presidente da Câmara.

Com vista à elaboração do Plano Municipal para a Igualdade, foram realizados inquéritos de âmbito interno, aos colaboradores da Câmara Municipal da Horta. Já a nível externo, os inquéritos realizados foram dirigidos à comunidade em geral, tiveram inicio neste dia e as primeiras pessoas a responder ao questionário foram as que se encontrava no fórum.

Para o edil, este será um documento que vai introduzir “maior justiça social” e que vai fortalecer “a competitividade social, económica e cultural do município”, tendo em vista a “implementar já em 2015 medidas que diretamente promovam a igualdade de género na nossa autarquia das quais se destaca a introdução de ações que favoreçam a integração e apoio familiar”.

Para o chefe máximo do Município da Horta, “uma verdadeira igualdade das mulheres e dos homens constitui sem dúvida a chave do nosso sucesso económico e social”, disse.

Este fórum para debate de ideias “dará certamente um contributo neste sentido e portanto aguardamos com expetativa pelos seus frutos para que juntos possamos concretizar este importante contributo para o conselho onde homens e mulheres de forma livre e dispondo de idênticas oportunidades possam contribuir para um conselho mais justo e solidário”, salientou ainda José Leonardo.

Neste fórum, foram também abordadas questões ligadas à educação, formação, trabalho e emprego.

A Vereadora da Câmara Municipal da Horta, Ester Pereira, adiantou também que já procederam à entrega de folhetos alusivos à Igualdade de Género, à volta da ilha, nas juntas de freguesia, casas do povo e estabelecimentos comerciais e que haverão “mais formas de discussão que vão ao encontro de outros temas, como por exemplo, a saúde, a ação social, entre outros”.

Texto|Foto: Tribuna das Ilhas|Rádio Faial

About The Author

Related posts