There are no ads, please add some

BE quer que as escolas voltem a confeccionar as refeições nas suas cantinas

O Bloco de Esquerda defende que devem ser as escolas a confeccionar as refeições servidas nas suas cantinas – em vez de este serviço ser efetuado por empresas privadas que estão mais preocupadas em obter o maior lucro possível do que com a qualidade das refeições.

Numa visita à Escola Domingos Rebelo, uma das poucas escolas públicas da Região que gere a sua própria cantina, o deputado António Lima anunciou que o BE vai propor que o Governo Regional assegure a disponibilização dos recursos materiais, financeiros e humanos necessários para que a partir do próximo ano letivo as escolas possam voltar a ficar responsáveis pela confecção das refeições que servem nas suas cantinas.

Atualmente, a maioria das escolas dos Açores serve refeições confeccionadas por empresas privadas, e as queixas por falta de qualidade e pouca quantidade da comida têm sido muito frequentes.

“As refeições escolares são demasiado importantes para que o lucro seja colocado à frente da qualidade nutricional”, alerta o deputado do Bloco de Esquerda.

Além disso, António Lima salienta que as empresa não têm ligação à comunidade escolar, “ao contrário do que acontece numa cantina gerida pela escola, onde os funcionários pertencem à comunidade escolar e interagem com os alunos”, havendo por isso, “uma maior dedicação” para garantir a qualidade das refeições.

“É preciso tirar o lucro das empresas desta equação, e apostar fundamentalmente na qualidade nutricional das refeições escolares, para garantir a saúde dos alunos, e o seu sucesso escolar”, disse o deputado.

O BE defende que este modelo de gestão das cantinas escolares deverá voltar a ser introduzido à medida que os atuais contratos cheguem ao fim.

BE/Rádio Faial | Foto: BE

About The Author

Related posts