There are no ads, please add some

Avião da SATA, com Carlos César a bordo, foi forçado a regressar de emergência a Lisboa

Uma fuga hidráulica terá sido o motivo que levou a aeronave, que fazia o voo para Ponta Delgada, a ter de voltar para trás. O presidente do PS, era um dos passageiros

Segundo informação do Diário de Noticias, um avião A330 da SATA com destino a Ponta Delgada teve de regressar ao aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, para uma aterragem de emergência. Na origem do incidente, apurou o DN junto de um dos passageiros, terá estado uma avaria no trem hidráulico. Entre os passageiros seguia o atual presidente do Partido Socialista e antigo presidente do governo regional dos Açores Carlos César (na foto em baixo, de costas, sentado no aeroporto).

Os problemas com este voo da SATA, no entanto, começaram bastante antes. Segundo contou ao DN um dos passageiros, o voo estava inicialmente marcado para as 13.00 e foi adiado para as 20.00. Depois, foi informado que o avião teria uma avaria que estava a ser arranjada, pelo que o só levantou voo pelas 21.30. Passados 20 minutos, o A330, que ia cheio, teve mesmo de voltar para trás e aterrar de emergência em Lisboa, onde os bombeiros já o esperavam na pista.

Contactado pelo DN, Carlos César confirmou que ia no voo em causa (S4321) e que este teve de regressar a Lisboa, mas disse não saber a razão e não quis alongar-se em comentários, confirmando apenas que ainda não foi resolvido o problema.

DN/Rádio Faial | Foto: Direitos Reservados

https://www.dn.pt/pais/interior/aviao-da-sata-forcado-a-regressar-de-emergencia-a-lisboa-10036286.html?fbclid=IwAR1hq7cZY9NqqIchM0vtjNRcSR_di9rYUMLzs9n0LktZuxhfu-OVvFEYV14

About The Author

Related posts