There are no ads, please add some

Aumento do salário mínimo para os 530,25 € é fundamental para recuperação económica

A Comissão Permanente do PS/Açores considera que o aumento do salário mínimo regional para os 530, 25 € corresponde, em primeiro lugar, a uma medida de justiça social que representa um importante contributo para estimular o crescimento económico.

O PS/Açores sempre defendeu, quer no Parlamento dos Açores quer a nível nacional, a necessidade de uma progressiva atualização do salário mínimo nacional ao longo dos anos, uma medida fundamental para a coesão social e que, no caso dos Açores, representa uma subida de maior dimensão do que no plano nacional, uma vez que, na Região, o Governo dos Açores acresce em 5% o valor do salário mínimo nacional. Consideramos por isso – e em coerência -que o aumento agora verificado é um passo positivo e que contrasta com a posição assumida ao longo dos últimos anos pelo líder do PSD que chegou a defender uma redução do salário mínimo.

Esta medida representa um acréscimo de rendimento dos trabalhadores que o PS/Açores sempre preconizou. Com este aumento fica assegurado, por um lado, o reforço da competitividade e, por outro, uma melhoria significativa das condições de vida de milhares de açorianas e açorianos.

O aumento do salário mínimo nacional corresponde, por isso, a uma vitória dos trabalhadores e vai ao encontro do que o PS/Açores desde sempre defendeu.

Nos Açores, o Governo da responsabilidade do PS coloca as famílias e as empresas no centro das suas prioridades. Temos vários desafios pela frente, mas rejeitamos, desde a primeira hora, a lógica do empobrecimento coletivo que o PSD impôs ao País e que trouxe muitos efeitos negativos à nossa economia.

Temos, por isso, vindo a trabalhar e a implementar várias medidas para atenuar, na medida dos nossos recursos e das nossas competências, as políticas recessivas que a maioria PSD impôs ao País e aos Açores. Ao contrário do maior partido da oposição nos Açores,  não nos limitamos a fazer a críticas que nada resolvem os problemas das pessoas. O PS/Açores tem um património do qual se orgulha de propostas concretas em defesa das Açorianas e dos Açorianos. Enquanto o maior partido da oposição se limita a atacar o Governo dos Açores, nós trabalhamos nas soluções para fazer face às adversidades que a governação do PSD provoca. Foi assim, por exemplo, com a recente atualização da remuneração complementar que o Governo dos Açores anunciou para evitar, mais uma vez, uma redução dos rendimentos de milhares de famílias açorianas defendida, na prática, pelo PSD. Foi assim, também, por exemplo na colocação de professores, em que apesar das críticas do PSD regional contrasta, profundamente, com o caos e a desorganização que marcaram o início do ano escolar a nível nacional.

Os exemplos são muitos. O PS/Açores continuará, por isso, empenhado na construção das melhores propostas e soluções para as Açorianas e os Açorianos. Continuaremos firmes no nosso propósito de promover maior justiça e coesão social, através de políticas de fomento ao crescimento económico e à criação de emprego. Deixamos para o PSD/Açores o papel a que este já nos habituou: o de criticar tudo o que o Governo dos Açores faz e a defesa de um Governo da República que já demonstrou estar em fim de ciclo e não merecer a confiança da maioria dos portugueses.

Texto | Foto: GI-PS/A

About The Author

Related posts

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.