There are no ads, please add some

Açorianos podem propor projetos nas nove ilhas para o Orçamento Participativo da Região

O Vice-Presidente do Governo afirmou hoje, em Ponta Delgada, que o Executivo afetou para 2018 uma verba de 600 mil euros ao primeiro Orçamento Participativo da Região, que vai permitir executar em todas as ilhas projetos da iniciativa de cidadãos residentes nos Açores, nas áreas do ambiente, turismo, inclusão social e juventude.

Sérgio Ávila, em declarações aos jornalistas, salientou que se trata de uma verba inicial, que irá “crescer ao longo dos anos seguintes, consoante a adesão dos Açorianos”, que “seguramente será dada a esta iniciativa” prevista no Programa de Governo.

“É aplicada às nove ilhas, é distribuída pelas nove ilhas” e abrange áreas que o Governo dos Açores considera “muito importantes”, frisou o Vice-Presidente.

“Os Açorianos irão apresentar projetos que sejam concretizáveis e são os próprios Açorianos a votar também sobre os projetos que pretendem”, afirmou, sendo que o critério de distribuição e de afetação por ilha está definido na fórmula incluída na proposta de Orçamento da Região para o próximo ano.

“O que pretendemos é ter em 2018 todos esses projetos acionados, escolhidos e com condições de avançar”, salientou Sérgio Ávila, esclarecendo que o grau de concretização no próximo ano dependerá também da natureza de cada projeto.

Do total da verba inscrita, 20 por cento é atribuída a projetos na área da juventude, sendo o restante valor para as áreas do turismo, ambiente e inclusão social e partilhado por todas as ilhas, em função de uma fórmula de cálculo que visa assegurar uma distribuição equitativa.

GaCS/OG/Rádio Faial | Foto: GaCS/OG

About The Author

Related posts