There are no ads, please add some

“Açorianos com acesso dificultado ao concurso da PSP”, afirmação de Berta Cabral e António Ventura

Os deputados do PSD/Açores na Assembleia da República questionaram o Ministro da Administração Interna sobre as recentes notícias, de que “os candidatos açorianos, que pretendam concorrer ao curso da PSP, terão de prestar provas no continente, sendo as despesas pagas pelos próprios”.

Berta Cabral e António Ventura citam mesmo um dirigente sindical da PSP, frisando  que “esta situação coloca em risco o acesso dos açorianos a esta profissão, e pode mesmo afetar o número de efetivos de segurança policial na Região”, adiantam.

Segundo lembram, até 2017, as provas de pré-candidatura ao curso da Polícia de Segurança Pública, eram realizadas em Angra do Heroísmo, Horta e Ponta Delgada.

“Acontece que agora estas provas passam a ser efetuadas, uma parte em São Miguel e as restantes em Torres Novas, tendo os candidatos de suportar todos os custos de deslocação, alojamento e alimentação”, refere António Ventura.

O deputado recorda que o “Manual do candidato 2017″, disponibilizado pela PSP,” refere que as provas para os candidatos dos Açores seriam realizadas em Ponta Delgada”, afirma.

“É que, com esta alteração, o Governo pode estar a colocar em risco o acesso dos candidatos açorianos ao curso e ao próprio efetivo da PSP na Região”, alerta Ventura.

Aliás, e sobre esta outra situação, os parlamentares açorianos querem saber, “neste momento, qual é o efetivo de agentes da PSP em falta nos Açores. E para quando está previsto colmatar essa falta”, avança o deputado.

“Duas situações de solução urgente, pelas quais também esperamos que o Governo Regional se chegue à frente e faça por resolvê-las, cumprindo aquelas que são algumas das suas promessas por cumprir”, conclui António Ventura.

PSD/Rádio Faial | Foto: PSD

About The Author

Related posts