There are no ads, please add some

Açores têm défice mais baixo do País graças ao esforço dos Açorianos e do Governo Regional

“Os dados publicados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) comprovam a boa gestão e sustentabilidade das finanças públicas regionais”, afirma Carlos Silva, deputado PS/A à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores. Em 2016 o PIB Regional apresentou um défice 1,5%, ficando novamente abaixo dos valores alcançado no País, onde se registou um défice de 2,1%.

“Estes números desmentem os profetas da desgraça que são, novamente, obrigados a reconhecer o esforço realizado não só pelas famílias e pelas empresas açorianas, mas também pela estratégia delineada pelo Governo Regional e pelo Partido Socialista/Açores”, adianta o deputado. O facto de nos últimos quatro anos a Região ter tido sempre um défice inferior a 2%, não pode continuar a ser ignorado.

Carlos Silva sublinha, ainda, a importância do “total da Dívida Bruta da Administração Pública da RAA, incluindo o Governo Regional e a maior parte das empresas públicas, como por exemplo a SAUDAÇOR, SPRHI e os hospitais, em 2016, corresponder a apenas 40% do PIB, muito aquém da dívida do país de 130,4% PIB”.

Os dados do INE são claros e demonstram que “o ano de 2016 fica marcado por um crescimento doPIB real dos Açores em 2%, por um défice de apenas 1,5% e de uma taxa de desemprego de 10,4%,indicadores económicos que superam a média nacional e que foram agora confirmados pelas instituições nacionais e europeias, reforçando, deste modo, a confiança no futuro dos Açores”, acrescenta.

Texto/Foto: GI-PS/Açores

About The Author

Related posts