There are no ads, please add some

Açores pioneiros em destinos turísticos com sistema de apoio à gestão do setor através de dados gerados pelos turistas

A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo afirmou, em Lisboa, que os Açores são um dos primeiros destinos turísticos com um sistema de apoio à gestão suportado por dados gerados online e offline pelos turistas.

“Este sistema é, não só uma ferramenta de apoio à tomada de decisão na gestão do próprio destino, como também reporta aos estabelecimentos qualificados a sua reputação online e a sua posição em relação ao setor”, salientou Marta Guerreiro, que falava quinta-feira na apresentação dos resultados do estudo ‘Açores – Certificado pela Natureza – Performance e Reputação Online 2017’, na BTL – Bolsa Internacional de Turismo de Lisboa.

A titular da pasta do Turismo frisou que se trata de “um programa transversal que facilita o contributo do turista-alvo nas competências do Governo dos Açores, desde o ordenamento à fiscalização, à promoção do destino ou à competitividade dos agentes económicos”.

Marta Guerreiro afirmou que o principal objetivo desta ferramenta é “incentivar a competitividade entre agentes e completar o ciclo de gestão da qualidade para benefício do turista, da reputação de cada agente e da reputação da marca Açores”.

“É, sem dúvida, um programa fundamental para dotar os parceiros públicos e privados do setor com informação válida sobre as expetativas dos turistas, permitindo-os adaptar, moldar, reformular e inovar a oferta que comercializam”, afirmou a Secretária Regional, acrescentando que se trata de “uma ferramenta que, seguramente, nos apoiará no caminho de sucesso que se verifica no setor do turismo na Região”.

Marta Guerreiro reconheceu “a importância que o marketing digital assume nos dias de hoje” num setor como o do turismo, sendo fundamental ter ao dispor instrumentos como este, que “permite medir a reputação do Destino Açores através da pegada digital do turista”.

Nesse sentido, salientou que possibilita analisar “as avaliações das experiências turísticas que o visitante partilha em cerca de 175 websites e 45 idiomas diferentes, nas suas várias dimensões identificadas, como sejam, o alojamento, a restauração e a animação turística”, mas também, por outro lado, permite “identificar as caraterísticas comportamentais e traços de personalidade dos visitantes, através de um estudo psicográfico”.

GaCS/Rádio Faial | Foto:

About The Author

Related posts