There are no ads, please add some

Açores investiram 100 ME em infraestruturas escolares numa legislatura – Vasco Cordeiro

O presidente do Governo dos Açores anunciou hoje que, na atual legislatura regional, o investimento em infraestruturas escolares foi de “cerca de 100 milhões de euros”, mas frisou que “o sucesso educativo começa em cada família açoriana”.

“Não há combate ao insucesso escolar, não há estratégia, não há investimento que se possa fazer senão contar com o empenho de cada família açoriana. É aí que começa o sucesso educativo”, salientou Vasco Cordeiro.

O chefe do executivo açoriano socialista falava em Ponta Delgada, ilha de São Miguel, na cerimónia de inauguração das novas instalações da Escola Básica Integrada Canto da Maia.

Vasco Cordeiro salientou o trajeto e o percurso da região com a aposta e em investimentos em espaços físicos escolares.

“Se contabilizarmos intervenções concluídas e em curso e na fase também de contratação, estimamos que neste período de quatro anos estejamos a falar de um investimento de cerca de 100 milhões de euros apenas nessa componente de infraestruturas”, disse, avançando que na terça-feira, em reunião de Conselho do Governo, será aprovado “o lançamento do concurso público para a construção da nova escola dos Arrifes”, em Ponta Delgada.

Vasco Cordeiro disse, contudo, que estes investimentos não fazem esquecer “aquilo que são necessidades que ainda existem” como “a escola da Lagoa e de outras intervenções noutros concelhos por toda a região”.

“O sucesso educativo não começa numa escola de 18 milhões de euros. O sucesso educativo não começa num conselho executivo, não começa na assembleia de escola, não começa na direção regional da educação ou na secretaria regional da Educação, o sucesso educativo começa em cada família açoriana, começa em cada pai e em cada mãe da nossa região, na valorização do sucesso escolar dos seus alunos, dos seus filhos”, sublinhou.

No arranque do novo ano letivo, o chefe do Governo Regional destacou “o processo de recuperação integral do tempo de serviço para os professores que se iniciou este mês e se prolongará nos próximos anos” naquilo que foi “um consenso com os sindicatos da região”, sendo ainda possível reduzir de “forma acentuada” neste últimos anos “a necessidade da contratação a prazo de docentes”.

Sobre os funcionários das escolas, Vasco Cordeiro adiantou que neste ano de 2019/2020 “estão a decorrer cerca de duas centenas e meia de processos de contratação”.

Assinalando ainda algumas mudanças ao nível da matriz curricular e da própria autonomia curricular das escolas, o chefe do executivo açoriano referiu que estas e outras “medidas” permitem “acalentar a esperança de que este ano letivo que agora se inicia constituía no fundo mais um passo na caminhada” que tem sido feita “quanto à melhoria do sistema educativo” regional.

Vasco Cordeiro reforçou ainda que “não há estratégia que se possa fazer se não contar com o empenho de cada família açoriana”, referindo que “haverá sempre aspetos” em que se pode “fazer mais e melhor”.

Lusa/Rádio Faial | Foto: Direitos Reservados

About The Author

Related posts