There are no ads, please add some

Açores com 70 águas balneares identificadas em 2017, mais seis do que no ano passado

O Diretor Regional dos Assuntos do Mar anunciou que, em 2017, o arquipélago dos Açores terá “70 águas balneares identificadas, mais seis do que no ano passado”, acrescentando que “as novas águas balneares estão todas localizadas na ilha do Pico”.

“A identificação de águas balneares constitui uma garantia de qualidade perante a Comissão Europeia”, afirmou Filipe Porteiro, salientando que a inclusão das águas balneares na lista oficial deve pautar-se “por um compromisso sólido e consistente de manutenção de condições de usufruto, ao longo dos anos, nomeadamente ao nível da saúde e segurança dos banhistas”.

Os dados agora anunciados resultam da consulta pública da lista das águas balneares costeiras a identificar em cada época balnear, correspondendo às que têm um uso balnear mais expressivo, e que todos os anos é promovida pela Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, através da Direção Regional dos Assuntos do Mar.

Foram recebidos oito contributos referentes a cinco ilhas, destacando-se a satisfação pela identificação de seis novas águas balneares propostas pelo Município da Madalena, nomeadamente as Baixas, Barca, Cais do Mourato, Criação Velha, Pocinho e São Mateus.

Sendo zonas frequentadas por grande número de banhistas, foi apontado como sendo de interesse público que seja melhorada a sua gestão, de modo a promover a saúde humana assente na qualidade da água balnear.

Após a avaliação técnica de todos os contributos recebidos, onde se inclui o Conselho Regional do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CRADS), a identificação das águas balneares costeiras é aprovada, por portaria, pela Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia e publicada até 31 de março em Jornal Oficial com a indicação da duração da época balnear de cada zona balnear identificada.

Para este ano, prevê-se que São Miguel seja a ilha com maior número de águas balneares identificadas, num total de 24, seguida da Terceira, com 15, e do Pico, com 11.

O Faial terá seis águas balneares, Graciosa e Santa Maria terão quatro cada, São Jorge terá três, a ilha das Flores terá duas e o Corvo terá uma.

“Em todas as ilhas do arquipélago, as principais zonas balneares terão as respetivas águas balneares identificadas e monitorizadas”, frisou o Diretor Regional dos Assuntos do Mar.

Até 31 de janeiro, todos os cidadãos e entidades interessados em participar enviaram o seu contributo ou sugestão sobre a época balnear de 2017 nos Açores, através de um endereço eletrónico criado para o efeito (www.aguasbalneares.azores.gov.pt).

Texto: GaCS/GM | Foto: Direitos Reservados

About The Author

Related posts