There are no ads, please add some

Abate de bovinos para consumo local nos matadouros dos Açores cresceu 3,5% nos primeiros seis meses deste ano

O número de bovinos abatidos para consumo local nos matadouros dos Açores nos primeiros seis meses deste ano registou um crescimento de 3,5%, comparativamente ao período homólogo de 2016.

Os dados da Secretaria Regional da Agricultura e Florestas relativos à evolução do número de abates de bovinos nos Açores indicam que os animais aprovados para consumo local entre janeiro e junho deste ano representam 50,1%, enquanto no mesmo período de 2016 representavam 44,3% do total de abates no arquipélago.

Desde 2015 que o número de animais aprovados para consumo local na Região tem vindo a crescer, sendo que este ano, comparativamente com 2015, o aumento é da ordem dos 15%.

Por outro lado, foi também registada, entre 2015 e 2016, uma melhoria significativa ao nível da conformação das carcaças no arquipélago, registando-se um crescimento de 55% nos animais classificados nas categorias E, S e U, que são as mais valorizadas.

Este indicador resulta do trabalho desenvolvido pelos produtores açorianos ao nível da genética e melhoria do acabamento dos animais.

O aumento do número de turistas que visitam os Açores também justifica o crescimento dos números do consumo interno de carne, algo que é muito animador devido ao impacto direto que tem na economia regional.

A publicação mensal dos dados sobre os abates aprovados para consumo nos matadouros do arquipélago permite aos parceiros antever o comportamento e a evolução do setor, constituindo, por isso, mais uma ferramenta de trabalho colocada ao serviço dos agricultores açorianos para melhorarem os seus rendimentos.

GaCS/RM/Rádio Faial | Foto: Direitos Reservados

About The Author

Related posts